Frame by Frame Star Trek: Picard TV

Star Trek: Picard – 1×01 – Remembrance

Star Trek: Picard 1x01

PODE CONTER SPOILERS DE STAR TREK: PICARD!!!

Na fandom, existem sempre fações entre os fãs que ditam o favoritismo entre uma de duas propriedades rivais. Um dos exemplos mais recorrentes é a rivalidade entre a Marvel e a DC no que toca aos super-heróis. No caso da ficção científica, temos a clássica rivalidade entre Star WarsStar Trek. Pessoalmente, tenho a preferência entre o primeiro em relação ao segundo (sendo justo, cresci mais com um do que com o outro), mas não deixo de reconhecer alguns méritos que o segundo possui, especialmente com o interesse reforçado com o reboot de 2009 a cargo de J.J. Abrams, que despoletou toda uma nova saga de filmes e também de novas séries (com Star Trek: Discovery sendo um dos exemplos mais recentes). Portanto, estava mesmo surpreendido que a CBS All Access avançasse com uma nova série dentro deste universo? Nem por isso. Mas estava à espera que essa nova série andasse à volta de uma personagem bem conhecida dentro desse mesmo universo? Não, de todo. E assim, temos Star Trek: Picard, que reúne Patrick Stewart a um dos seus papéis mais importantes da carreira!

A série toma lugar algumas décadas depois do fim de Star Trek: Nemesis – a longa-metragem que encerrou as aventuras de Star Trek: The Next GenerationJean-Luc Picard (Stewart), agora reformado da Frota Estelar, tornou-se vinicultor no chateau da sua família, na França. No entanto, esta sua paz é perturbada quando uma jovem, Dahj (Isa Briones) entra na sua vida com um mistério. É esse mesmo mistério – e uma misteriosa ligação com um aliado há muito perdido – que traz Picard de volta ao “ativo”.

Star Trek: Picard 1x01

A exploração de um espaço desconhecido, a ideia de explorar novas culturas e civilizações, foram motes que serviram para explorar o universo de Star Trek. Mote esse que ainda hoje continua a mostrar a sua eficácia nos vários projetos cinematográficos (ainda que mais orientados para a ação) e televisivos. No entanto, é aqui que Star Trek: Picard difere das restantes. Enquanto as anteriores se focam no espaço inexplorado e na sua infinidade de possibilidades, esta parece querer tomar uma abordagem mais humana, mais introspetiva do que as restantes.

E tudo isso resume-se à sua personagem titular. Volvidos 18 anos depois de NemesisStewart volta a vestir a pele de Jean-Luc Picard com uma surpreendente facilidade, como quem veste uma camisa que usou recentemente. No entanto, não esperem o mesmo Picard do habitual. Parece que, para a série, o famoso ator tomou algumas notas retiradas do filme Logan. Aqui, temos um Picard que, apesar de todas as suas ações, é constantemente atormentado pelos traumas do seu passado ao serviço da Frota Estelar (e de algumas perdas a elas inerentes). Portanto, encontramos aqui um Picard que se resigna a esperar pela sua hora da morte.

No entanto, esse seu estado de espírito é colocado de parte assim que Dahj entre de rompante na sua vida. Não me vou alongar sobre a prestação da atriz que, sejamos honestos, não tem assim muito para mostrar, apenas que serve para dar uma nova dose de intriga e aventura para Picard gozar nesta sua nova fase da vida. E também ajuda que esta interação também serve de “combustível” para o ajudar a reviver algumas das suas reações mais importantes da sua vida inteira (o cameo recorrente de Brent Spiner é apenas um dos muitos regressos que poderemos esperar de alguns veteranos da The Next Generation nesta nova série).

Star Trek: Picard 1x01

No entanto, não esperem aqui uma estreia “estelar” desta nova série. Apesar de algumas ambições em termos narrativos e motivacionais, efeitos especiais dignos da chamada Peak TV e algumas cenas de ação espalhadas por alguns cantos, este episódio sofre com uma overdose de exposição e world-building. Por exemplo, é preciso uma entrevista previsível para nos elucidar sobre a reforma (e perda de fé, da parte de Picard) da Frota Estelar, além de estabelecer em que lugar é que a série se encontra dentro da continuidade. O mesmo se aplica às misteriosas origens de Dahj, que é nos presenteada numa bandeja à espera de ser devorada por completa. É bastante informação para ser digerida de uma só vez e espero bem que a série consiga colocar um “pé no travão” nesses avanços com o desenrolar da narrativa.

Podem acompanhar outros dos nossos Frame by Frame aqui.

0 75 100 1
75%
Average Rating

Apesar do já típico information dump que atormenta várias séries de vários géneros, Star Trek: Picard mostra o seu devido potencial com história diferente do habitual dentro desta saga, além de voltar a reunir Stewart a um dos seus melhores papéis da carreira.

  • 75%

Comments