Batwoman Frame by Frame TV

Batwoman – 1×10 – How Queer Everything Is Today!

Batwoman 1x10

PODE CONTER SPOILERS DE BATWOMAN!!!

Como já devem ter reparado, Crisis on Infinite Earths já tomou lugar, deixando um novo status quo para os nossos heróis se contentarem. Um memorando que Batwoman parece ter ignorado por completo, pelo menos a julgar por este episódio.

É business as usual quando Kate (Ruby Rose) resume as suas tarefas como a guardiã noturna de Gotham. No entanto, as coisas complicam-se quando esta salva um polícia da GCPD, dando uma nova onda de mexericos. E como se isso não bastasse, Kate tem ainda de se contentar com um hacker que ameaça revelar todos os segredos dos seus cidadãos. Enquanto Mary (Nicole Kang) tenta encontrar maneiras de provar a inocência de Jacob (Dougray Scott) pela morte de Catherine, Alice (Rachel Skarsten) aproveita para espalhar um pouco mais de caos.

Batwoman 1x10

Quando se lida com uma personagem como Kate Kane, uma das poucas figuras da comunidade LGBTQ, seria inevitável que Batwoman abordasse algumas questões sobre a vida de uma pessoa deste grupo. No entanto, a série, até agora, pouco ou nada adiantou sobre o assunto controverso. Felizmente, How Queer Everything Is Today! acaba por lançar algumas luzes e situações que não deixam esta série de se tornar importante em termos de representação.

Aos poucos e poucos, Ruby Rose lá me vai convencendo como Kate Kane fora das suas cenas de combate, com a série a apresentar alguns desafios que lhe fazem sentir na pele aos poucos. Neste caso, temos direito a uma situação um tanto ou quanto bizarra: como proceder quando se é assumidamente homossexual e o seu alter-ego é visto como heterossexual? Como disse, é uma questão bizarra, mas que não deixa de coincidir com o trajeto interno de Kate, que cada vez mais se vai entregando mais de si mesma no seu disfarce.

Entre Terrier, o hacker de serviço que, de certa forma, consegue contar com algumas semelhanças com alguns dos vilões mais disparatados das séries televisivas; no entanto, Batwomaninesperadamente, consegue o feito surpreendente de subverter as nossas expectativas e oferece-nos um conto chocante, mas não menos real, sobre a ação de se assumir. É uma história que Kate encontra certos paralelos e ainda nos concede uma resposta satisfatória ao seu dilema pessoal (já para não falar de nos dar uma espécie de cameo bem ao gosto do pós-Crisis).

Batwoman 1x10

No entanto, a série fracassa novamente com Alice. Embora a personagem tivesse todos os ingredientes para ser uma personagem icónica e recorrente durante anos a fio, cada vez mais tornando-se numa caricatura ambulante que com certeza já merecia uma reforma antecipada e para a nunca mais vermos durante um bom tempo.

Mas se calhar o maior problema deste episódio reside no facto de teimar em não mostrar este novo mundo pós-Crisis, que se cingiu apenas a umas meras referências aqui e acolá, mas nada por aí além. Tirando, provavelmente, o twist no final do episódio, que certamente deixará muita boa gente a matutar com todo o cuidado possível.

Podem reler o Frame By Frame pré-Crisis de Batwoman aqui.

0 57 100 1
57%
Average Rating

Depois de um mega-evento que envolveu todo o Multiverso, Batwoman dá o pontapé de saída, mas que sai completamente ao lado.

  • 57%

Comments