Doctor Who Frame by Frame TV

Doctor Who – 12×03 – Orphan 55

PODE CONTER SPOILERS DE DOCTOR WHO!!!

Ai, Doctor Who! Começaste a tua 12ª temporada de forma bastante promissora, e entregas-nos o que pode muito bem vir a ser o pior episódio da temporada (e considerando que a temporada ainda agora começou, já diz muita coisa)? Nay, o pior episódio da série? Nay NAY, o pior episódio de 2020 até agora!?

Com o grupo a decidir uma boas férias, a Doutora (Jodie Whittaker) e companhia vão parar ao Tranquility Spa, um resort para recarregar as energias. No entanto, isto é Doctor Who, e depressa as coisas correm para o torto quando uma misteriosa raça alienígena começa a espalhar estragos.

Doctor Who 12x03

Verdade seja dita, Orphan 55 não consegue ser verdadeiramente péssimo, especialmente no que toca a um ou outro detalhe. O episódio conta com um pequeno grande twist que depois leva a um pequeno grande discurso da titular protagonista da série, especialmente tendo em conta a crise que passamos na vida real.

Infelizmente, é só mesmo isso que o episódio consegue contribuir, porque de resto, o episódio é insuportável, praticamente. Apesar das suas mais sinceras intenções, o próprio conceito do episódio – os protagonistas da série e restantes membros do elenco secundário presos num local que não é o que aparenta ser – perde o seu charme praticamente de imediato. E muito se deve à familiaridade de vários elementos aqui presentes. Posso ter começado a acompanhar Doctor Who já na celebração do seu 50º aniversário e, a partir daí, aventurado por este estranho mundo; no entanto, é impossível não olhar para o episódio e deduzir que algo semelhante já tinha sido feito anteriormente.

Doctor Who 12x03

O pior defeito do episódio reside, justamente, no vasto e incompetente elenco secundário. Seja por Bella (Gia Lodge-O’Meally) e as suas motivações que vão fluindo de acordo com o decorrer da narrativa ou a irritante Vilma (Julia Foster) e o seu igualmente irritante clamor por Benni (Col Farrell)… Com isto só quero dizer que há episódios em que Doctor Who dá bom uso a personagens naturalmente tresloucadas. No entanto, não é isso que se regista neste episódio, com cada interação/conflito ou revelar-se ridículo ou irritante.

E nem mesmo o “monstro da semana” deixa a pecar neste episódio. O design das criaturas, entituladas de Dregs, até consegue ser verdadeiramente assustadora, tal como o seu desenvolvimento, mas no fim e ao cabo, tornam-se em mais uma inclusão aborrecida ao vasto leque de inimigos da Doutora. Shame.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Doctor Who aqui.

0 30 100 1
30%
Average Rating

Depois de um par de episódios interessantes, é uma vergonha Doctor Who cair no seu ponto mais baixo ainda no início da temporada.

  • 30%

Comments