Frame by Frame Supergirl TV

Supergirl – 5×08 – The Wrath of Rama Khan

PODE CONTER SPOILERS DE SUPERGIRL!!!

Já ficou bem patente, no início da crítica ao mais recente episódio de Batwomanque a muito aguardada Crisis On Infinite Earths, está a meros dias de tomar lugar. Por isso, a maior parte das séries principais que estão atualmente no ar estão a fazer o melhor que podem para encerrarem as narrativas que ainda têm pendentes, como que de um midseason finale se tratasse. Pois bem, depois da provação de Kate Kane, está na hora de vermos como é que a malta de Supergirl conseguiu salvar o dia.

No rescaldo do plot twist da semana passada, Kara (Melissa Benoist) faz os possíveis e impossíveis para tentar salvar Lena (Katie McGrath) de si mesma. No entanto, essa mesma tarefa torna-se ainda mais difícil quando Rama Khan (Mitch Pileggi), desta vez motivado a desencadear um desastre natural que poderá colocar um fim à Humanidade. Entretanto, Alex (Chyler Leigh) vê-se num conflito interno quando um Malefic (Phil LaMarr) reformado se voluntaria para dar uma mão.

Supergirl 5x08

Oof, isto revelou-se um episódio bastante preenchido de Supergirl, algo que não se pode dizer muito sobre a série. Considerando que estamos perante o que pode ser visto como o midseason finale, o episódio tinha a função de encerrar a maior parte das narrativas deixadas em aberto. No entanto, é aqui que reside a maior falha do episódio: a sua pressa de encerrar com tudo. A ver, temos a ameaça de Rama Khan e Leviathan, o plano de Lena, a relação entre J’onn (David Harewood) e Malefic e o que quer que os guionistas tenham pensado em fazer com Andrea Rojas (Julie Gonzalo). São tantas linhas narrativas que o episódio tenta misturar e sai uma salgalhada de terceira categoria: enfadonha, previsível e, acima de tudo, sem riscos permanentes (para isso já basta a Crisis).

Supergirl 5x08

Se calhar a maior ofensa reside na narrativa centrada em Rama Khan que, se no episódio anterior já era suficientemente aborrecido, torna a não mostrar nada de transcendente neste episódio, que se resume a “alienígena com um Complexo de Deus tenta arrebentar com a Humanidade”. Mesmo as jogadas de poder dentro da Leviathan não se revelam extremamente convincentes, se bem que isso poderá mudar inevitavelmente quando a série regressar para a sua segunda volta de episódios.

Portanto, aonde podemos encontrar a fonte de redenção do episódio? Deixem isso para Lena, claro! Esta temporada tem provado ser um boost para a personagem, algo que já estava a precisar há algum tempo, e este episódio torna a ilustrar que existe algo mais do que um puro ódio para com Supergirl, que torna a ouvir o coração em ver de usar a cabeça por uma vez.

Mas é claro, com a Crisis, contem com alguns cameos espalhados de forma generosa nos minutos finais. E portanto, até lá, ainda podem ler o Frame By Frame anterior de Supergirl aqui

0 60 100 1
60%
Average Rating

Supergirl tenta encerrar as narrativas mais importantes a tempo da Crisis, mas acaba por sair-lhe o tiro pela culatra, em mais do que uma instância.

  • 60%

Comments