Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 8×05 – Prochnost

Arrow 8x05

PODE CONTER SPOILERS DE ARROW!!!

O episódio anterior de Arrow pode não ter sido algo verdadeiramente original, mas ganhou pontos ao unir duas gerações de heróis numa mesma bandeira. Este episódio segue essa mesma tendência e sai a ganhar.

Com o intuito de criar uma arma capaz de fazer frente a Mar Novu, Oliver (Stephen Amell), Mia (Katherine McNamara), William (Ben Lewis) e Laurel (Katie Cassidy) viajam para a Rússia com o intuito de de encontrar os planos. Numa missão paralela, Diggle (David Ramsey) recruta Roy (Colton Haynes) para encontrar plutónio. E Laurel encontra-se dividida entre a sua lealdade por Oliver e companhia e o seu desejo de restaurar a Terra-2.

Arrow 8x05

O episódio anterior de Arrow viu Oliver e Diggle a interagirem com os seus filhos do futuro. E embora as sequências de Diggle e Connor tenham deixado a desejar, as sequências entre Oliver, Mia e William certamente compensaram. E esse mesmo elemento continua bem forte neste episódio pautado pela sombra russa.

Verdade seja dita, a sequência de flashbacks passadas na Rússia tiveram tantos elementos a favor como contra, mas pelo menos serviram para mostrar o lado mais negro de Oliver. Sendo um capítulo importante na vida do protagonista, seria bastante inevitável que revisitássemos este espaço, desta vez com Oliver a trazer os seus filhos.

Arrow 8x05

Isto apresenta um desafio único para Oliver, que tenta mostrar um pouco do melhor que a Rússia lhe trouxe ao mesmo tempo que tenta evitar que estes entrem em contacto com o seu passado mais negro. Como isto é Arrow, seria de esperar que as coisas dessem para o torto. Mas no fim e ao cabo, as coisas acabam por sair melhor do que se estava à espera, com o trio a aprender valiosas lições sobre as suas relações. Aliás, também ajuda voltarmos a ver Anatoly (David Nykl) num papel mais benevolente do que o que foi demonstrado em temporadas anteriores, em que o seu papel foi saltando entre aliado e vilão.

Esta temporada também tem sido pautada pelo trajeto pessoal de Laurel que, após falsas partidas e tentativas mornas, parecem estar a encaminharem-na num bom caminho. E este episódio serviu de um bom capítulo seguinte para a evolução de Laurel, ainda que o dilema a ela apresentado tivesse uma resolução um tanto ou quanto previsível.

Infelizmente, o arco de Diggle e Roy acabou por ser o ponto fraco do episódio, tornando um smash & grab numa espécie de tentativa de tentar trazer Roy Harper de volta para o elenco principal (durante algum tempo). E embora o discurso de Diggle sobre os efeitos nefastos da isolação possam trazer um certo efeito para as pessoas que sofrem de distúrbios nos dias de hoje, simplesmente não adicionou nada de inovador para o resto da temporada.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Arrow aqui.

0 79 100 1
79%
Average Rating

O episódio desta semana de Arrow fez uma pequena - mas ligeiramente eficaz - viagem por águas russas.

  • 79%

Comments