Batwoman Frame by Frame TV

Batwoman – 1×06 – I’ll Be Judge, I’ll Be Jury

Batwoman 1x06

PODE CONTER SPOILERS DE BATWOMAN!!!

Batwoman é, para todos os efeitos e circunstâncias, uma das séries mais fracas da Arrowverse. No entanto, I’ll Be Judge, I’ll Be Jury faz o melhor que pode para tentar melhorar algumas das fraquezas da série, com resultados francamente mistos.

Neste episódio, Gotham é tomada de assalto pelos atos doentios do misterioso Executioner (Jim Pirri), o que chama a atenção tanto de Kate (Ruby Rose) como da GCPD e dos Crows comandados por Jacob (Dougray Scott). Entretanto, Alice (Rachel Skarsten) e Mouse (Sam Littlefield) avançam com o próximo passo do seu plano.

Batwoman 1x06

Uma das melhorias que o episódio demonstra reside na vontade de melhor explorar alguns dos seus personagens e de alguns dos seus traumas. Um desses casos é o de Luke (Camrus Johnson), com o episódio a revelar alguns detalhes bastante chocantes e emocionantes sobre o seu passado escrito em sangue. Pode ter sido um momento um tanto ou quanto breve, mas pelo menos ajuda a pintar o personagem de uma forma que transcende o papel de “tech wiz” que parece dominar as séries da Arrowverse.

Mas também existe uma espécie de meta-comentário a povoar no episódio, desde a função de Batwoman através do olhar tanto de Kate como Jacob ou, de certa forma, como alguns corpos da cidade respondem a este símbolo, mas também vai mais além com comentários sobre a corrupção e a linha ética a cruzar. Além disso, ajuda que Batwoman tenha arriscado a deixar alguns Easter Eggs relacionado com o mundo do Batman, seja pela menção do Joker (e do seu “nome real”) ou Penguin. Não contem encontrar alguns destes nomes no resto da temporada, though.

Batwoman 1x06

No entanto, o episódio não está isento de falhas. Este Executioner pode ter funcionado melhor do que a versão que vimos na série Gothamdeixando de ser um sobre-humano enlouquecido e tornado num homem comum desiludido com o estado lastimável do sistema de justiça norte-americano; no entanto, não deixa de ter um vibe à la “vilão da semana”. Ou seja, apresenta um desafio, claro, mas que se torna resolvido de uma forma um tanto ou quanto fácil. Next!

Depois, temos Alice. Felizmente, o episódio toma a sábia decisão de limitar o seu tempo de antena, e mostra mais uma espreitadela do que esta tem em mente para Kate (e das tensões com Mouse pelo meio), mas não deixam de ser momentos que parecem ter sido incluídos de uma forma bastante forçada.

E depois temos Sophie (Meagan Tandy). Simplesmente torna-se impressionante como, depois de tanto backlash, a série ainda encontre tempo para tentar incluir uma personagem que é impossível não odiar-mos. O facto de esta agora estar a par de um segredo bem grande sobre Kate (e a forma como o episódio ignora qualquer build-up para isto) também não ajuda a amenizar esse mesmo problema.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Batwoman aqui.

0 65 100 1
65%
Average Rating

Batwoman mostra alguns sinais de melhoria, mas nem mesmo esses conseguem suplantar os imensos defeitos que marcam a série.

  • 65%

Comments