Mini-Reviews TV TV

Jack Ryan – Season Finale – 2ª Temporada

Jack Ryan season finale
0 60 100 1
60%
Average Rating

Apesar de contar com alguns momentos de claro destaque, esta segunda temporada de Jack Ryan pode ser visto como um passo atrás em bastantes aspetos da série.

  • 60%

PODE CONTER SPOILERS DE JACK RYAN!!!

Quando pensamos nas famosas personagens criadas pelo falecido Tom Clancy, são diversos os nomes que nos saltam para a mente. Nos videojogos, temos Sam Fisher na saga Splinter Cell, ao passo que o grande ecrã tem direito a Jack Ryan. Este último revelou-se popular o suficiente para, até à data, atores como Alec BaldwinHarrison FordBen AffleckChris Pine terem-no interpretado em filmes que ora são geniais, ora são aborrecidos. John Kransiski é o ator mais recente a interpretar o famoso analista/agente de campo da CIA na homónima série de Carlton CuseGraham Roland para a Amazon, numa primeira temporada que, embora básica, conseguiu entreter. E a fé da Amazon já lhe tinha garantido uma segunda temporada, que entretanto chegou esta sexta-feira passada. Será que manteve a qualidade da sua antecessora?

Esta segunda temporada arranca um pouco depois dos eventos da temporada anterior, com Jack (Krasinski) agora a trabalhar como um funcionário do Estado sob o olhar do Senador Moreno (Benito Martinez), enquanto Jim Greer (Wendell Pierce) trabalha como chefe da estação na Rússia. Os dois homens voltam a cruzar-se quando cada um deles investiga uma série de eventos ligados às eleições do Presidente da Venezuela, Nicolás Reyes (Jordi Mollà).

Jack Ryan season finale

O MELHOR:

Bem, valendo o que vale, Jack Ryan consegue entreter.

Depois de uma temporada com o Médio Oriente em mente (porque aparentemente, parece um local que quase todas as sagas de ação, quer no grande quer no pequeno ecrã, têm de passar, obrigatoriamente), a série torna as suas atenções para a Venezuela que, como podem já ter reparado nos noticiários mundiais, está a atravessar uma fase bastante delicada. Portanto, não é de admirar que Cuse Roland tenham optado por este país sul-americano para manter a fórmula de basear em casos reais para poderem criar algo novo.

E de facto, existe uma “mina de ouro” com esta inclusão. Temos direito a novos locais, novas personagens e afins, mas permite também algumas sequências de ação criativas, com alguns momentos que conseguem ser bem executados conforme a necessidade da ação. E isto sem falar dos já esperados twists do costume, que ora surtem bons resultados, ora nem por isso.

Jack Ryan season finale

O PIOR:

Na verdade, esta segunda temporada de Jack Ryan consegue ser uma verdadeira desilusão em vários níveis.

O ritmo desta temporada revela-se mais lento do que a antecessora e, embora isso não seja necessariamente péssimo, passamos mais tempo com personagens irrelevantes e que nada de novo introduzem para a equação.

Falando em personagens, parece que esta nova aventura de Jack Ryan é um tanto ou quanto hit or miss nessa questão. Dos novatos, é Gloria Bonalde (Cristina Umaña) é que acarreta algum tempo de antena decente para ser bem desenvolvida. Infelizmente, o resto do elenco não consegue elevar bastante a fasquia. Por exemplo: Harriet (Noomi Rapace) é um novo interesse romântico para Jack que, honestamente, está melhor empregue do que a situação de Cathy (Abbie Cornish) na temporada anterior; no entanto, parece que só consegue deixar um impacto quando é mais conveniente para a série. O mesmo não se aplica a outra cara nova, Mike November (Michael Kelly) que, embora possua as suas qualidades, não deixa de cair em alguns arquétipos do costume. E nem me falem de Reyes, que simplesmente recai no estereótipo de um político poderoso que recorre a todos os meios (in)imagináveis de forma a manter o poder para ele mesmo.

Jack Ryan season finale

Mas o pior reside no facto de não saberem bem o que fazer com Jack Ryan. Claro que o personagem assume uma postura mais direcionada para a ação, mas usa mais a cabeça para solucionar os problemas que tem em mãos. Esta é uma vertente que até surtiu alguns bons resultados na temporada anterior e que, infelizmente, não teve direito ao mesmo amor e carinho nesta nova temporada. Claro que John Krasinski consegue surpreender ocasionalmente, mas não deixa de ser uma desilusão. E o facto de não termos mais entre Ryan e Greer, que até deu para termos algum tipo de humor na série, também não ajuda.

Em suma, esta segunda temporada de Jack Ryan tem as ideias no sítio certo, mas peca bastante na sua execução. Oxalá o caso mude de figura com a chegada da terceira temporada.

Até lá, podem ainda conferir a nossa Mini-Review anterior de Jack Ryan aqui.

Estado da série: RENOVADA

0 60 100 1
60%
Average Rating

Apesar de contar com alguns momentos de claro destaque, esta segunda temporada de Jack Ryan pode ser visto como um passo atrás em bastantes aspetos da série.

  • 60%

Comments