Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 8×02 – Welcome to Hong Kong

PODE CONTER SPOILERS DE ARROW!!!

Depois de uma estreia deveras surpreendente, seria de esperar que Arrow ora continuasse a melhorar, mantivesse-se na mesma ou se revelasse como uma desilusão. Infelizmente, Welcome to Hong Kong acaba por ser uma desilusão, se bem que não chega a ser um episódio assim tão mau.

Oliver (Stephen Amell) acorda em Hong Kong com uma nova missão de Mar Novu (LaMonica Garrett). Laurel (Katie Cassidy) tenta lidar com a destruição da Terra-2. E nos flashforwards, Connor (Joseph David-Jones) tem uma conversa séria com JJ (Charlie Barnett).

Arrow 8x02

Os segmentos decorridos durante os flashbacks da terceira temporada não foram propriamente bem amados pelos fãs. Não só as narrativas não tinham uma forte carga emocional, como também não levaram a lado nenhum dentro do panorama geral da série. Portanto, será que poderíamos esperar algo diferente neste “episódio-tributo”? Nem por isso. Com a ação a decorrer na sua totalidade em Hong Kong, pode-se resumir praticamente como “uma galeria de combate após a outra”, com alguns poucos momentos para acalmar os nervos. O facto de o episódio voltar a atacar outros elementos já vistos na série – como China White (Kelly Hu) como a vilã de serviço ou o regresso do Alpha-Omega Virus – também não lhe faz quaisquer favores.

Ainda assim, nem tudo pode ser assim tão mau. Por um lado, termos Rila Fukushima novamente como Tatsu concede sempre aquele saudosismo da série (e ela continua a ser uma verdadeira badass com uma katana). Mas nada pode ser comparado com o status quo de Oliver, com a sua relação “frágil” com Mar Novu a estar por detrás de todas as ações do herói. O episódio concede-nos também uma melhor visão do estado de espírito de Oliver e, é caso para dizer, está cada vez mais frágil. Como se a destruição da Terra-2 não fosse suficiente, o nosso herói sente o peso das suas escolhas, dos seus sacrifícios, tudo em nome de um bem maior. E de certa forma, Stephen Amell volta a estar em cima do acontecimento.

Arrow 8x02

O mesmo se aplica a Laurel Lance neste episódio. Já não é uma grande novidade que esta versão da personagem tem sido tudo menos pacífico, com a sua história na sexta temporada a revelar-se particularmente enfurecedor. No entanto, o seu trajeto na temporada anterior pareceu dar uma rota mais definitiva para a personagem, como se o seu crescimento e clara evolução finalmente chegassem a uma conclusão madura. Vamos esperar para ver como esta nova mudança persistirá durante o resto da temporada.

Infelizmente, com tanto coisa a acontecer em Hong Kong, seria inevitável que o segmento dos flashforwards pagasse o maior preço, e foi exatamente isso que aconteceu. Não me entendam de uma forma errada, a conversa entre Connor e JJ tem todos os elementos para criar um clima tenso (e uma espécie de possível redenção para o Deathstroke do futuro), mas, no fim e ao cabo, fica a ideia de que este elemento seria melhor empregue numa série aparte (e pelo o que consta, a The CW está mesmo interessada no spin-off, atualmente intitulado Green Arrow & The Canaries).

Podem ler o Frame By Frame anterior de Arrow aqui.

0 70 100 1
70%
Average Rating

Arrow consegue desiludir um pouco no episódio desta semana, mas sejamos francos por um momento: podia ter sido bem pior.

  • 70%

 

Comments