Batwoman Frame by Frame TV

Batwoman – 1×03 – Down Down Down

Batwoman 1x03

PODE CONTER SPOILERS DE BATWOMAN!!!

Sou-vos bastante honesto: estava com esperança que Batwoman fosse melhorando conforme os poucos episódios que vamos testemunhando. No entanto, a mais recente entrada da Arrowverse continua a ser uma verdadeira fonte de desilusão. Se achavam que os dois episódios anteriores eram menos bons, eis que Down Down Down continua a reafirmar essa mesma tendência.

Neste episódio, uma arma é roubada do departamento científico da Wayne Enterprises, e Kate (Ruby Rose) suspeita de Tommy Elliot (Gabriel Mann), um velho amigo de Bruce que se gaba de se tornar mais rico que ele. Entretanto, Alice (Rachel Skarsten) torna a provocar os Kanes, desta vez focando-se mais em Jacob (Dougray Scott).

Batwoman 1x03

É irónico como um dos elementos da série que mais nervos me deu acabou por ser um dos melhores momentos da série. Acreditem, nunca me revelei como um verdadeiro fã de como Ruby Rose “interpreta” Kate Kane na série, mas aqui dou o braço a torcer. A atriz pode não ser capaz de encabeçar os momentos mais dramaticamente pesados, mas o seu trajeto pessoal – o de aceitar o seu papel na sociedade de Gotham como a sua nova protetora – consegue criar uma certa ressonância, embora não tenha o mesmo impacto que os verdadeiros callings dos seus colegas da Arrowverse.

Infelizmente, apenas um elemento positivo no episódio não consegue salvar todo um episódio, e é essa mesma a sensação que Down Down Down nos transmite. Não só vemos ramificações de toda a Arrowverse aqui transposta, mas também torna-se quase impossível sentirmos alguma coisa pelas caras novas da série. E um desses exemplos reside no triângulo amoroso entre Kate, Sophie (Meagan Tandy) e Tyler (Greyston Holt). É um dos elementos mais aborrecidos e clichés, que se torna ainda mais complicado com a inclusão de Reagan (Brianne Howey) como um novo interesse romântico para Kate (e uma nova fonte de ciúmes para Sophie, isso é mais do que certo.

Batwoman 1x03

Como se isso não bastasse, Batwoman também conseguiu arruinar a sua versão de Tommy Elliot, que muitos fãs reconhecerão como o alter-ego civil do vilão Hush. Sou-vos franco, esperava uma espécie de redenção do tratamento do personagem depois da atrocidade que foi Gothame mesmo assim acabam por conceder um resultado bem pior que o esperado. Tal como Alice, que parece que recebe à comissão por cada referência a Alice no País das Maravilhas, Tommie junta a sua arrogância com a mania de centrar-se nos ensinamentos de Aristóteles. E claro, as suas intenções para a sua feud com Bruce pode ter sido retirado diretamente da versão das bandas-desenhadas, mas a forma como Gabriel Mann a entrega não deixa de ser uma desilusão.

E mesmo a inclusão de Alice neste episódio pareceu estar a mais. Os encontros entre ela e Kate, em raras ocasiões, conseguem trazer algo único, mas aqui, as suas cenas pareceram estar praticamente a mais. O episódio bem podia cortar as suas cenas (tirando uma principal no seu final) e ninguém iria sentir a sua falta, francamente.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Batwoman aqui.

0 50 100 1
50%
Average Rating

Batwoman bem tenta o seu melhor neste episódio, mas os resultados acabam por deixar bastante a desejar.

  • 50%

Comments