Batwoman Frame by Frame TV

Batwoman – 1×01 – Pilot

Batwoman 1x01

PODE CONTER SPOILERS DE BATWOMAN!!!

Durante uma boa porção dos primeiros tempos da Arrowverse, corria uma velha piada de que todos os heróis estariam disponíveis para saltarem para o pequeno ecrã, tirando Superman e Batman. Isto resultou em algumas séries que, para o bem ou para o mal, tiveram um travo bastante amargo na boca de muita gente. Enquanto Superman tem vindo a interagir aos poucos na Arrowverse, por vezes com um papel importante, mas nada de Batman. Isso também viria a mudar com a segunda parte de Elseworldsque viu a apresentação de Ruby Rose como Kate Kane, também conhecida como Batwoman. Pois bem, após essa apresentação, a personagem ganha a sua própria série a solo. Mas será que vale a pena?

A ação desenrola uns tempos antes dos eventos de Elseworlds. Em Gotham, Batman encontra-se desaparecido durante 3 anos. E é neste panorama que Kate, no estrangeiro, regressa a casa quando uma paixão do seu passado é raptada pela misteriosa Alice (Rachel Skarsten), o que obriga Kate a tomar medidas pelas suas próprias mãos, o que a coloca numa rota pelo caminho do seu primo, Bruce Wayne, a.k.a Batman.

Batwoman 1x01

Batwoman é um caso estranho, pelo menos a meu ver. Ao ver este primeiro episódio, é impossível não notar em alguns paralelos com o episódio-piloto de Arrow, em alguns casos nada benéficos (mas já vos falo mais à frente).

Felizmente, a série não perde necessariamente tempo com drama altamente planeados ao pormenor, assumindo um ritmo alucinante desde o primeiro ao último minuto, algo que não costuma estar associado às séries que compõem a Arrowverse. Aliás, através deste episódio-piloto, somos presenteados com uma história diferente do habitual e que conta também os seus valentes mistérios. E como se trata de uma série de ação, convém esperarmos também algumas cenas de combate bem coreografas e captadas, tal como foi testemunhado neste episódio. Não é nada por aí além, mas conta com uma certa promessa. E o facto de termos como protagonista uma personagem abertamente homossexual também ajuda na aposta na diversidade, algo que, de todas as séries até agora, Supergirl tem alcançado um maior sucesso do que o esperado.

Batwoman 1x01

No entanto, existe um grande problema que assola este episódio-piloto de Batwoman: é uma série da The CW. Pode parecer um problema menor, claro, mas causa bastantes problemas ao investirem em narrativas e escolhas já bastante previsíveis. A maior prova disso reside no vasto leque de personagens a nós apresentadas neste episódios: Jacob Kane (Dougray Scott) e a sua relação com a sua filha, Kate, prepara um terreno repleto de daddy issues; Sophie Moore (Meagan Tandy) assume-se como o foco dramático-romântico de Kate, e a inclusão do seu marido só solidifica a questão de estarmos perante um típico triângulo amoroso; o tech wiz com problemas sociais sob a forma de Luke Fox (Camrus Johnson); ou mesmo a família alargada de Kate, sob a forma da sua madrasta, Catherine (Elizabeth Anweis) e da sua meia-irmã Mary (Nicole Kang), cada uma com a sua dose de mistérios (se bem que, honestamente, o segredo de Mary joga contra todas as nossas expectativas).

No entanto, é RoseStarksten como Kate e Alice, respetivamente, que trazem os maiores problemas. No caso de Rose, nada contra a sua presença física na série (aliás, criou a sua carreira em volta de filmes típicos de ação), mas ainda tem umas boas arestas por limar se quiser estar lado-a-lado da trindade da Arrowverse. Já Starksten não podia ser mais irritante com a sua voz aguda e teimosia de falar através de citações do livro Alice in Wonderland. Claro que existe um twist no final do episódio que consegue capturar o interesse (e dar resposta a alguns plot holes presentes), mas não deixa de apresentar apenas mais uma dose de melodramatismo tipicamente associado a Arrow.

Em suma, Batwoman tem um certo potencial presente mas, a menos que resolva os maiores problemas de forma sensata, parece que estaremos perante uma série que só serve para preencher espaço necessário.

Podem ler outros Frame By Frame aqui.

0 54 100 1
54%
Average Rating

Ruby Rose salta para o protagonista na série a solo de Batwoman. No entanto, não começa necessariamente com o pé direito, apesar do claro potencial

  • 54%

Comments