Frame by Frame Preacher TV

Preacher – 4×06 – The Lost Apostle

Preacher 4x06

PODE CONTER SPOILERS DE PREACHER!!!

Com Preacher rumo ao seu final inevitável, eis que o sexto episódio da série fecha-se em círculo completo, voltando-nos a relembrar um dos momentos de abertura mais chocantes da série.

Chegados à Austrália, Cassidy (Joseph Gilgun) e Tulip (Ruth Negga) prosseguem na sua missão de encontrar Jesse (Dominic Cooper), que se encontra “refém” do Santo dos Assassinos (Graham McTavish) e da sua missão de matar Deus (Mark Harelik). Entretanto, Herr Starr (Pip Torrens) continua a guiar a cimeira entre Jesus (Tyson Ritter) e Hitler (Noah Taylor).

Preacher 4x06

Existem momentos em que Preacher se revela como uma série um tanto ou quanto frustrante de acompanhar, muito porque nos oferece alguns momentos um tanto ou quanto parados ou então, na pior das hipóteses de contar algo de interessante. The Last Apostle representa exatamente esses dois pólos opostos que definiram a série.

Por um lado, tivemos duas parelhas interessantes sob a forma de Jesse/Santo e Cassidy/Tulip. No primeiro caso, vemos os arqui-inimigos “juntos” por uma mesma missão, o que nos concede alguns pequenos momentos deliciosos para ver. No entanto, as cenas partilhadas entre Tulip e Cassidy acabam por ser o grande chamariz do episódio. Não só pelo teor de diversão apresentado (um exemplo é ver os dois a assumirem a identidade de dois agentes americanos dentro de uma esquadra de polícia australiana), mas também espaço de manobra para alguns momentos mais dramáticos, especialmente quando a relação entre Jesse e Tulip toma o centro das atenções.

Valendo o que vale, ambas as narrativas conseguem reunir-se para outros momentos bem executados dentro do episódio, e isto sem mencionar aquele momento saído diretamente das páginas da banda desenhada.

Preacher 4x06

Infelizmente, isso não significa propriamente que tudo neste episódio de Preacher funcione. Sim, o episódio dá amplo material para o trio protagonista poder usufruir, mas de resto, o episódio deixa um bocado a desejar. Especialmente a questão do Apocalipse. Como se não bastasse vermos Jesus e Adolf Hitler a debater sobre o destino das várias almas do planeta, a temporada continua a tentar vender-nos a ideia de uma guerra internacional entre a Austrália e a Nova Zelândia, que simplesmente não possui o apelo necessário. Valendo o que vale, este episódio continua a pintar Deus como uma figura mais vingativa, à la Velho Testamento, mas fora isso, não existe muito neste episódio que nos surpreenda pela positiva.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Preacher aqui.

0 60 100 1
60%
Average Rating

Apesar de alguns bons momentos, Preacher, no seu sexto episódio da temporada final, deixa bastante a desejar.

  • 60%

Comments