Frame by Frame Mindhunter TV

Mindhunter – 2×01 – Episode 1

Mindhunter 2x01

CONTÉM SPOILERS DE MINDHUNTER!

A pérola da Netflix de David Fincher está de regresso. Enquanto Holden tenta recuperar do seu último encontro com Edmund Kemper (o assassino de foco da temporada anterior), Tench vive as mudanças drásticas da unidade, com um novo dirigente a assumir as rédeas. No entanto, a equipa é recrutada novamente para novos casos de entrevistas que, de alguma forma, estão relacionadas com novos assassinos icónicos da história.

Mindhunter 2x01

A realização de Fincher é extremamente delicada e apodera-se da naturalidade dos diálogos para projetar o seu mote. Tudo é feito calmamente, com as personagens a conseguirem respirar e onde o espectador consegue saborear o seu talento. A narrativa, ainda que com pouquíssimos avanços, dá já algumas nuances de que esta temporada poderá ser ainda mais intensa que a anterior.

No entanto, há algo que me faz não me sentir totalmente envolto na história. O problema? O protagonista Jonathan Groff não tem o carisma necessário para ser o protagonista. Acompanho já o seu trabalho há algum tempo (sendo que Looking, da HBO, provavelmente terá sido o seu melhor trabalho até agora), mas em Mindhunter, Groff é demasiado simples, demasiado ingénuo e isso transmite-se na sua prestação. A verdade é que um protagonista mais forte e com uma presença mais séria provavelmente daria Mindhunter um carisma ainda mais significativo.

Apesar de tudo, este primeiro episódio é também pobre em desenvolvimentos, sendo que apenas reúne as personagens e trabalha pequenos detalhes entre elas. Mas isto é provavelmente uma das características mais interessantes de Fincher na cadeira de realização: o foco nunca foi a ação, mas sim a maneira como as personagens se interligam.

Mindhunter 2x01
MINDHUNTER

É uma proeza admirável, já que mesmo empobrecido, o episódio consegue fazer-nos recordar alguns momentos da primeira temporada, para além de reforçar a ideia de que estes são “colegas de trabalho” e ainda poucas relações emocionais estabeleceram entre si. Uma arma forte e que evita clichés e enredos melodramáticos desnecessários. Claro que Groff não ajuda a manter isto credível por muito tempo, mas nem por isso Mindhunter deixa de ser um exercício curioso e com bastante potencial.

A verdade é que o espectador precisa de ter todos os elementos para começar a investir nesta nova jornada e, apesar de extremamente bem filmado e da exploração gradual das personagens, Fincher entrega muito pouco. Mas a sequência inicial promete trazer desenvolvimentos grandes para o futuro da temporada, com novos assassinos psicopatas a estarem up and close com os protagonistas.

Mindhunter 2x01
MINDHUNTER

Leiam o nosso Frame by Frame anterior de Mindhunter aqui.

0 65 100 1

65%
Average Rating

Mindhunter regressa de forma calma o que, tanto traz vantagens como desvantagens, já que o primeiro episódio carece um pouco de ritmo e Jonathan Groff continua a não convencer como protagonista.

  • 65%

Comments