Frame by Frame Krypton TV

Krypton – 2×10 – The Alpha and the Omega

Krypton 2x10

PODE CONTER SPOILERS DE KRYPTON!!!

E aqui estamos nós, para o episódio final da segunda temporada de Krypton. Uma segunda temporada claramente superior à sua antecessora, não só em termos de história, mas também em termos de escala da sua ação. Este episódio manteve essa boa onda durante o seu progresso, ao mesmo tempo que abre as portas para uma terceira temporada que, infelizmente não verá a luz do dia, uma vez que a série foi cancelada e o spin-off focado no Lobo (Emmett J Scanlan) não terá seguimento.

Krypton 2x10

Nunca se pode dizer que Krypton não possui ação, porque este episódio continua a manter esses mesmos níveis bem altos, bem de acordo com o que a temporada nos concedeu. No entanto, fomos presenteados com uma “guerra” de duas frentes: com Val (Ian McElhinney), Jayna (Ann Ogbomo) e Dev (Aaron Pierre) a fazerem frente às forças dos Sagitari nas Outlands e com Seg (Cameron Cuffe) e Lyta (Georgina Campbell) a fazerem frente a Dru no coração de Kandor.

Ambas as cenas não podiam ser mais diferentes uma da outra, mas não deixam de ser o alvo de elogios. O confronto nas Outlands recebe o elogio de ser um verdadeiro “David contra Golias” que evoca os combates de enorme escala que vários filmes de ficção científica já nos tinham mostrado antes. A carnificina, o espaço cénico, ou mesmo a coreografia das gun fights são razões para podermos apreciar esses bons momentos.

Krypton 2x10

Enquanto a batalha entre os rebeldes e os Sagitari deram um toque claramente épico, é o combate de punhos entre Seg, Lyta e Zod que obtém um teor mais pessoal, como se todos os atos do vilão finalmente tivessem o seu devido payoff. E por seu lado, não podíamos ficar mais satisfeitos. Cada um dos intervenientes trouxe algo de diferente – sejam as artes marciais dos Zods ou o street fight de Seg – mas o resultado final, à luz dos vários eventos decorridos, não deixa de ser bastante satisfatório, dando-nos um final menos negativos que o da temporada anterior.

No entanto, o fim de uma temporada serve de encerrar de algumas ideias em aberto, ao mesmo tempo que abre as portas para um futuro promissor. E Krypton dá-nos amplas razões para desejarmos que a Syfy tivesse renovado a série. Desde uma nova colaboração entre Seg e um velho frenemy, Adam (Shaun Sipos) a receber um upgrade, ou Brainiac (Blake Ritson) a deixar uma dica sobre o seu master plan. Mas se há um momento que nos deixa bastante ansiosos, reside nas cenas de Nyssa (Wallis Day), que nos dá dois possíveis eventos. E o facto de a série continuar a expandir os seus horizontes merece um apreço da nossa parte.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Krypton aqui.

0 78 100 1
78%
Average Rating

Krypton encerra a sua segunda temporada de forma bastante satisfatória em todas as frentes possíveis, ao mesmo tempo que arromba as portas para um futuro promissor que, infelizmente, não tomará lugar.

  • 78%

Comments