Cinema Críticas

Crítica: Annabelle Comes Home (2019)

Annabelle Comes Home

Após o sucesso de The Conjuring, James Wan tem apostado em expandir cada vez mais este universo, viajando por linhas temporais e dando vida a novas entidades do mal, como The Nun e Annabelle. A franquia parece não ter fim e, desta vez, chega-nos Annabelle Comes Home. Centra-se em 2 adolescentes, Mary Ellen (Madison Iseman) e Daniela (Katie Sarife), que, ao tomar conta da filha dos Warren, Judy (Mckenna Grace), libertam o mal dentro de casa.

Annabelle Comes Home

Começo por elogiar fortemente a performance de Mckenna Grace, que, apesar de ser o membro  mais novo do elenco, é sem dúvida a que brilha mais, entregando-se completamente à personagem. O conceito de Annabelle Come Home não é novo, a acção desenrola-se basicamente apenas dentro de casa dos Warren. Apesar desta falta de originalidade, o filme consegue captar a nossa atenção e é capaz de apresentar bons momentos de suspense, com um interessante trabalho de câmara.

É entusiasmante ver finalmente todos os objectos amaldiçoados na sala dos Warren e a interacção que estes têm com as personagens, algo que ainda não tinha sido abordado nas obras anteriores de Wan. Aliás, considero que uma das melhores cenas foi entre a personagem de Katie Sarife, Daniela, e a TV assombrada.

Annabelle Comes Home

Infelizmente, não existem muitos mais pontos positivos sobre Annabelle Comes Home. Este filme não tem história, não tem “alma”, é meramente uma compilação de jumpscares e ideias más de personagens idiotas. A personagem de Katia Sarife é vítima de muito má escrita; Daniela é uma personagem irritante e extremamente cliché, idiota apenas para iniciar a acção. À excepção de Judy e dos Warren, todas as personagens são incrivelmente planas, aborrecidas e sem caracterização alguma.

Os efeitos visuais e a caracterização de Annabelle Comes Home são uma piada. Seria de esperar, com tanto sucesso na bilheteira e reputação que este universo tem, que a qualidade visual apenas aumentasse e elevasse o horror que nos é prometido. Que grande desilusão!

Annabelle Comes Home

Por fim, vou voltar ao ponto essencial, a história. Qual era o objectivo de Annabelle Comes Home? Não acrescentou absolutamente nada ao já estabelecido universo. Não há verdadeira ameaça,  chegamos ao final do filme e nada mudou, tanto as personagens como a história em si. O final em si é confuso e escrito à pressa, e é triste ver que investimos e perdemos 1h30m das nossas vidas com um filme que não traz nada de novo, com personagens estagnantes.

Annabelle Comes Home é um filme “vazio”, e um enorme passo para trás neste universo que é capaz de ter muita mais qualidade que isto.

Título: Annabelle 3 – O Regresso a Casa
Título Original: Annabelle Comes Home
Realizado por: Gary Dauberman
Elenco:  Vera FarmigaPatrick WilsonMckenna Grace
Duração: 106 minutos

Trailer – Annabelle Comes Home

Comments