Anime TV

JoJo’s Bizarre Adventure – Season Finale – 4ª Temporada (Golden Wind)

JoJo's Bizarre Adventure: Golden Wind

PODE CONTER SPOILERS DE JOJO’S BIZARRE ADVENTURE: GOLDEN WIND!!!

Confesso que, inicialmente, nunca me via como um fã acérrimo de JoJo’s Bizarre Adventure. Já tinha ouvido falar dessa série de animé, e já tinha cruzado caminho com alguns dos memes que circulam pela Internet, mas nada de mais. No entanto, assim que teimei em aventurar-me nestas novas aventuras, apaixonei-me pelas várias formas e feitios do clã Joestar e da sua campanha de múltiplas gerações de combate contra forças sobrenaturais. Não só se tornou num dos animés mais fiéis dentro da indústria, como também catapultou a David Production, que nos trouxe recentemente o remake de Captain Tsubasa. Muitos foram os fãs, eu inclusive, que estávamos à espera de uma nova temporada depois da sua quarta temporada, Diamond is Unbreakable. E volvidos quase dois anos, tivemos finalmente o muito aguardado Golden Wind!

Itália, 2001. Dois anos se passaram desde os eventos sobrenaturais que ocorrem em Morioh em Diamond is Unbreakable. Giorno Giovanna, o filho ilegítimo do falecido arqui-inimigo dos Joestars, Dio Brando, é um ladrão de terceira categoria que tem um sonho: tornar-se num Gang-Star, um dos líderes da Máfia italiana. As suas ambições chamam a atenção de Bruno Bucciarati, um dos membros da organização Passione e juntos, com uma equipa consista no pistoleiro Guido Mista, no infantil Narancia Ghirga, do silencioso Leone Abbaccio e do volátil Pannacotta Fugo, unem esforços para subirem na escala da organização e derrubem o seu misterioso chefe por dentro.

JoJo's Bizarre Adventure: Golden Wind

O MELHOR:

Golden Wind é uma parte ideal tanto para veteranos de JoJo’s Bizarre Adventure como para estreantes.

Sim, ajuda bastante quando já se tem um conhecimento prévio dos eventos anterior, para pelo menos se compreender melhor o que esperar de uma série deste género. No entanto, o facto de contar uma história singular sem estar necessariamente amarrado aos eventos das quatro partes anteriores. Também ajuda quando chegamos aos cameos, e Golden Wind conta tanto com presenças e explicações que darão o prazer aos fãs, mas também não se revelam tão essenciais no tipo de história que esta quer contar.

JoJo's Bizarre Adventure: Golden Wind

Outro ponto que ajuda a discernir Golden Wind das anteriores reside na sua própria história. Enquanto que as partes anteriores consistiam nos Joestars – Jonathan, Joseph, Jotaro Kujo e Josuke Higashikata – confrontarem ameaças a roçarem no sobrenatural, Golden Wind insere-se mais no típico crime thriller, onde o perigo espreita a cada esquina e os riscos são bastante reais e impossíveis de negar. A primeira parte da temporada pode ser resumida numa espécie de escort mission, em que a equipa de Bucciarati tem de proteger a filha do chefe, Trish Una, a todo o custo, enquanto a segunda já se torna numa busca frenética pela misteriosa identidade do chefe e a natureza do seu StandKing Crimson.

Claro que ajuda quando se tem um elenco bastante sólido a ajudar. Enquanto Giorno e a sua missão pessoal acabam por ficar em segundo plano, é o elenco secundário que é capaz de criar relações sólidas com a audiência. Dois exemplos simples de personagens “reais” podem ser encontrados em Abbacchio e Fugo, só por exemplo. Abbacchio era um polícia que aceitou um suborno de um criminoso, uma ação que viria a custar-lhe uma vida de alguém próximo. Já Fugo é o chamado “ferve em pouca água”, uma postura que teve origem de quase ter sido alvo de uma violação na sua época de estudante.

JoJo's Bizarre Adventure: Golden Wind

VIsualmente, Golden Wind não podia ser mais diferente das outras temporadas de JoJo’s Bizarre Adventure. Embora retenha alguns traços característicos das temporadas anteriores a cargo da David Production – nomeadamente a radical mudança da palete de cores consoante as situações ou a presença “física” dos efeitos sonoros para vender a tensão no ar – mas o próprio design das personagens e dos cenários italianos conseguem dar um ar mais distinto para esta temporada.

Mas sejamos sinceros, quase todos vêem JoJo’s Bizarre Adventure por causa dos combates repletos de exageros e de momentos de claridade momentânea ou de pura sorte. Pois bem, Golden Wind está repleto de momentos assim e que certamente farão o deleite dos fãs. Momentos repletos de sorte? Combates em que uma mesma tática não funciona da mesma maneira no combate seguinte? Momentos em que os membros-chave clamam os seus respetivos gritos de guerra?

Numa única e simples palavra: sim.

O PIOR:

JoJo’s Bizarre Adventure: Golden Wind é exatamente o que esperávamos de uma produção desta saga. Repleta de exageros, momentos mais dramáticos, mais humorísticos, é precisamente o que queríamos desta saga. Verdade seja dita, os vilões podiam ter sido melhor interpretados – há algo no vilão principal que, apesar de enviar uma clara mensagem sobre a saúde mental, deixa um pouco a desejar no fim e ao cabo.

Mas fora essa, Golden Wind é o regresso espetacular de JoJo’s Bizarre Adventure após um breve hiato de dois anos depois de Diamond is Unbreakable. Oxalá não tenhamos de passar pela mesma coisa com a próxima temporada, Stone Ocean. Isto é, se for feita, de todo!

Até lá, podem ler outras das nossas críticas a Animes aqui.

Estado da série: STAND-BY

0 84 100 1
84%
Average Rating

Comments