Frame by Frame Marvel's Agents of SHIELD TV

Agents of S.H.I.E.L.D. – 6×10 – Leap

Agents of S.H.I.E.L.D. 6x10

PODE CONTER SPOILERS DE AGENTS OF S.H.I.E.L.D.!!!

Depois de dois episódios anteriores que conseguiram mexer com o nosso sistema nervoso, jamais pensaríamos que Agents of S.H.I.E.L.D. continuasse com essa sensação. Leap conseguiu guardar algumas surpresas, mas a sua execução… deixou um bocado a desejar.

O episódio anterior terminou com May (Ming-Na Wen) a espalhar quatro balas em Sarge (Clark Gregg), deixando a dica de que a sua presença chegou ao fim. No entanto, os eventos deste episódio mostram que nem tudo é o que parece: não só Sarge sobreviveu ao ataque e está a recuperar desses ferimentos, mas May também não possui quaisquer memórias desse evento.

Agents of S.H.I.E.L.D. 6x10

Há umas semanas atrás, comparei Agents of S.H.I.E.L.D. com o filme The Thingno sentido no body horror aquando da apresentação dos shrikes como uma nova ameaça a ter em conta nesta temporada. No entanto, se nesse episódio fiz a justa comparação nessa vertente, este episódio volta a recuperar essa mesma comparação, mas com um maior ênfase na vertente de suspense em vez do horror explícito. Para vos ser franco, já não me sentia assim desde que comecei a questionar as várias lealdades de Captain America: The Winter Soldier. E o facto de a série estar a conseguir este feito nesta penúltima temporada.

O facto de não ser apenas a May a sentir estes blackouts, mas também uma boa porção do elenco principal e secundário da série, ajuda a pavimentar a sensação de falta de confiança, dando um certo toque de imprevisibilidade ao episódio. Isto, por ligação, ajuda também a oferecer-nos alguns momentos verdadeiramente únicos entre o grupo, tanto para efeitos de humor ou drama (um deles até serve de callback para os tempos áureos da segunda e terceira temporadas, vejam lá!).

Agents of S.H.I.E.L.D. 6x10

No entanto, e apesar das suas claras boas intenções, Leap é vítima de ser um dos últimos episódios desta penúltima temporada de Agents of S.H.I.E.L.D.. Com o final da temporada mesmo à espera de tomar lugar, só agora é que começaram a espalhar algumas informações bastante pertinentes sobre alguns mistérios pendentes. E embora uma valente dose de informações possa ser bem-vinda, o episódio oferece-nos essas mesmas informações não só com uma velocidade estonteante, mas a ligação das mesmas com algumas ocorrências nas temporadas anteriores conseguem servir como uma forma um tanto ou quanto rebuscada de recuperar algumas referências esquecidas.

Izel (Karolina Wydra) continua a ser uma desilusão nesta temporada. Verdade seja dita, Agents of S.H.I.E.L.D. sempre teve problemas no que toca aos seus vilões principais, embora tal já não tenha sido o caso em temporadas mais recentes. No entanto, Izel parece ser um regresso ao pior do que o UCM consegue oferecer neste momento. Não existe assim muito que lhe tornem mais cativante ou única dentro deste panorama, e o episódio acaba por sofrer um preço bastante elevado.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Agents of S.H.I.E.L.D. aqui.

0 74 100 1
74%
Average Rating

Este ante-antepenúltimo episódio de Agents of S.H.I.E.L.D. ganha pela sua valente dose de desconfiança e imprevisibilidade, mas perde pontos no que toca à exposição de informações importantes nesta reta final da temporada.

  • 74%

Comments