Frame by Frame Stranger Things TV

Stranger Things – 3×06 – Chapter Six: E Pluribus Unum

Stranger Things 3x06

CONTÉM SPOILERS DE STRANGER THINGS!

Eleven descobre onde Billy esteve este tempo todo e o plano do Mind Flayer começa a entrar em ação. Joyce e Hopper descobrem o que os russos andam a fazer na sua base secreta por baixo do centro comercial Starcourt. Dustin e Erica engendram um plano para retirar Steve e Robin das mãos dos russos.

A começar exatamente após o cliffhanger anterior, Stranger Things continua a melhorar a olhos vistos, ainda que uma certa previsibilidade se torne já demasiado evidente. Os momentos onde o Mind Flayer e Eleven se confrontam, de facto, são mesmo os melhores. A ação continua frenética e os efeitos visuais agarram-nos naqueles breves instantes de adrenalina. Há uma clara influência do filme The Thing em toda a conceção do Mind Flayer. Não esquecendo também o clássico de 1988, The Blob que inspirou todos os momentos mais visualmente impressionantes desta temporada.

Stranger Things 3x06

Ainda que já seja óbvio o que os russos estão a planear desde o início e que as sequências de Hopper/ Joyce, Steve/ Dustin sejam totalmente previsíveis, há que realçar que a cheesiness adjacente aos mesmos funciona perfeitamente no contexto e conseguem arrancar-nos momentos de lazer incrivelmente acutilantes. A pequena Priah Ferguson mostra-se, de facto, uma excelente adição à equipa e uma que deve permanecer em futuras temporadas.

Quando Eleven invade a mente de Billy é quando o episódio realmente floresce, aproveitando alguns conceitos mais frescos dentro do universo do Upside Down e na exploração dos poderes da protagonista. Millie Bobby Brown e Dacre Montgomery arrancam as melhores prestações do episódio mais uma vez. É através deste conflito que esta temporada ainda bebe de alguma criatividade, utilizando as personagens para veicular este confronto.

Stranger Things 3x06

Pena é que os enredos secundários das restantes personagens fiquem ligeiramente aquém, mantendo-as afastadas do centro da ação. Algo que nas temporadas anteriores não aconteceu. Mas há uma certa curiosidade em saber de que forma o portal poderá trazer as maiores ameaças a Hawkins e aos seus habitantes. Em três temporadas, Stranger Things tem roçado levemente todo o seu potencial e esperemos que, no fim desta temporada, tudo “rebente” a uma escala gigantesca, colocando as personagens em posições delicadas e em constante perigo.

Sente-se também uma necessidade óbvia da equipa de argumentistas em não tornar os acontecimentos ainda mais violentos e a série está a começar a precisar. Com isto refiro-me ao facto de Stranger Things estar-se a focar demasiado em salvar tudo e todos e a pensar menos nas consequências que isto poderá trazer às personagens. Por serem jovens, a série está com receio de eliminar algumas, o que, por sua vez, poderia ajudar a dar ainda mais carisma e mais seriedade a toda a temática. A necessidade de perda na televisão e os twists ajudam a manter a narrativa fresca e tomar novos rumos e, talvez, não fosse uma má opção para a série continuar a crescer.

Stranger Things 3x06

Ainda assim, este episódio é extremamente cativante, com algumas sequências bastante competentes, mas dá demasiado tempo de antena ao humor que, nesta altura, já devia ter abrandado.

Leiam o nosso Frame by Frame anterior de Stranger Things aqui.

0 75 100 1

75%
Average Rating

Apesar de ser um episódio extremamente cativante na ação, Stranger Things está a cair na previsibilidade e continua a dar demasiado tempo de antena a situações que não contribuem para o fluxo da narrativa.

  • 75%

Comments