Frame by Frame Stranger Things TV

Stranger Things – 3×01 – Chapter One: Suzie, Do You Copy?

PODE CONTER SPOILERS!

Stranger Things está de regresso (finalmente!) para a sua 3ª temporada e, depois de ver o primeiro episódio, não poderia estar mais satisfeito. Não é difícil perceber como é que esta série se tornou um sucesso a nível mundial. Todo o ambiente dos anos 80 está presente nos mais ínfimos pormenores, desde a banda sonora que é maravilhosa, ao guarda-roupa e todos os pequenos pormenores que os Duffer Brothers conseguem meter em cena.

Ainda assim, a série é bem mais que isso. É uma produção onde a narrativa respira de forma fluída e sem grandes mesquinhices, trazendo-nos personagens extremamente bem construídas e onde as relações entre si são o ponto forte. O mais assustador no meio de tudo isto, é a maneira TGV como os nossos meninos têm crescido. Olhar para uma 1ª temporada em 2016 e vê-los agora é de deitar as mãos à cabeça. Já não são miúdos! São adolescentes que têm toda uma nova panóplia de aventuras e decisões para tomarem e isso começa logo nesta primeira hora.

Tudo começa com uns cientistas russos a fazerem asneiras, quando acordam o monstro que deveria estar mais que adormecido. Obviamente que isso irá afetar a cidade e os nossos pequenos heróis é que vão ter de lidar com tudo. Mas o melhor aqui é a forma como nos mostram onde estão as personagens neste momento. O Verão de 1984 está aí, assim como a nova grande atração de Hawkins: o shopping. 

No meio de tudo isto, há mais do que tempo para o romance e isto tem o seu quê de estranho, mas não deixa de ser amoroso. Ver Eleven (Millie Bobby Brown) e Mike (Finn Wolfhard) aos beijos é algo que definitivamente não estava à espera. Nem nós, nem Hopper (David Harbour), que vemos levar o seu novo papel de “pai” de uma maneira muito séria. O mais giro é a maneira leve e acertada como a relação entre todos continua a existir no meio do enredo. Há uma química gigante entre todos e a série ganha quando os une em cena.

A qualidade de representação está bem ao nível das temporadas passadas e só espero que Noah Schnapp tenha aqui mais uma hipótese de nos mostrar o quão brilhante é. Do que já deu para ver, é notório que os conflitos entre eles serão mais que muitos, agora que a idade é outra e parecem querer coisas diferentes. Vêm aí cenas bem divertidas de certeza!

Quem também rebenta de química é Harbour e Winona Ryder. As cenas entre os dois são incrivelmente amorosas e acho que todo o fandom pede para que os dois dêem largas ao amor finalmente. Chega de nos dar o rebuçado e depois nos tirarem sem sequer o desembrulharmos!

Quem também está em alta é Steve (Joe Keery), que trabalha na gelataria do centro comercial, ao lado de uma nova personagem, Robin (Maya Hawke) e, pelo que já deu para ver, os dois vão ser uma dupla que certamente nos trarão momentos bem divertidos. Já o casalinho Nancy e Jonathan entraram na vida adulta e agora têm de lidar com tudo que isso acarreta. Principalmente ela que se vê frustrada e a servir cafés a homens machistas. Espero que tenha aqui o arco que merece e nos dê girl power!

Stranger Things mostra para o que veio, num episódio cheio de segurança na câmara, bem introdutório, mas que não nos poupa nas surpresas e momentos chocantes. O final é de ficar de boca aberta e não pestanejar sem ver o capítulo seguinte. Será que Billy (Drace Montgomery) será o grande vilão da temporada? Mal posso esperar para ver mais!

Podem ler o Frame By Frame anterior aqui.

0 88 100 1
88%
Average Rating

Stranger Things mostra para o que veio, num episódio cheio de segurança na câmara, bem introdutório, mas que não nos poupa nas surpresas e momentos chocantes. O final é de ficar de boca aberta e não pestanejar sem ver o capítulo seguinte.

  • 88%

Comments