Anime Attack on Titan TV

Attack on Titan – Season Finale – 3ª Temporada

Attack on Titan Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE ATTACK ON TITAN!

E eis que a segunda parte da terceira temporada do anime mais comentado do momento terminou. Attack on Titan excedeu todas as expectativas e caminha para uma grandeza fora do vulgar, quase inédita. É daqueles raros casos onde o desenvolvimento da ação, personagens e quantidade de ação, se aliam para trazer uma história complexa, polvilhada de momentos intensos e decisões morais difíceis e que catapultam a série para um patamar de excelência.

Attack on Titan Season Finale

O MELHOR:

Praticamente tudo.

Durante a primeira parte da presente temporada, Attack on Titan finalmente entregou respostas aos fãs sobre as origens de Eren e de toda a história envolvente da fração política e monarca do universo. Mas agora torna-se ainda mais evidente que Attack on Titan não é uma história linear.

Há demasiado conteúdo fresco, abundante. Uma exploração sociopolítica de um mundo que é, em muito, semelhante ao nosso real. É o ser humano o maior inimigo de si próprio. Aquela espécie que busca desalmadamente por controlo e, em Attack on Titan, vemos as consequências de quando a humanidade perde precisamente este controlo sobre si própria. Há imensas referências à nossa própria História. E, acima de tudo, um carinho e dedicação em entregar aos seus mais fiéis fãs, uma narrativa que foge aos clichés mais típicos do anime. Para além de uma imprevisibilidade aliciante, Attack on Titan conjuga momentos de verdadeira tensão, uma animação soberba e infalível, situações frenéticas de ação e ainda um desenvolvimento maravilhoso de personagens.

Attack on Titan Season Finale

Fica aqui saliente que Attack on Titan contém um dos melhores episódios que vi em toda a minha vida. Uma brilhante combinação de tudo aquilo que torna a animação japonesa numa das mais criativas formas de arte. Se, na primeira parte da temporada, as tão aguardadas respostas às mil e uma perguntas que tínhamos na nossa cabeça sobre todo este estranho e misterioso worldbuilding começaram a surgir; nesta segunda parte, tudo rebenta e floresce em algo profundo e denso. Uma resistência atípica no meio televisivo. E com resistência falo do “fazer frente” à opressão, a luta pela liberdade e pelos valores mais puros que criamos enquanto sociedade.

Attack on Titan é também uma pérola genuína de sentimentos. Em quase todos os episódios, o espectador não consegue desviar o olhar por um único segundo. Até pestanejar torna-se perigoso para perder informações tão preciosas.

No trabalho de personagens, Attack on Titan apresenta novas e confere twists gigantescos às veteranas, ampliando o seu mundo e desenvolvendo-as com novas camadas. A beleza dos momentos de ação culmina em algo raro, capaz de nos fazer questionar as nossas próprias decisões num meio pós-apocalíptico. Mas, acima de tudo, é a qualidade da animação que torna este envolvimento possível, saltitando entre o calmo e o explosivo, como uma granada que é atirada e esperamos vê-la a rebentar.

Attack on Titan Season Finale

Toda esta provocação visual resulta num poderoso regresso e, agora que sabemos da sua última renovação, não podemos estar mais orgulhosos e ansiosos por vermos como se irá desenrolar os últimos momentos de Attack on Titan.

É também incrível como as personagens são trabalhadas. Claro que nem todas conseguem ter o mesmo tempo de antena, mas as essenciais estão intrinsecamente “coladas” à narrativa. São fulcrais para as ligações complexas que se vão criando com o passado, e determinantes para o futuro que se avizinha.

Criar uma simbiose tão pura torna Attack on Titan no melhor produto televisivo do ano ao lado de When They See Us, de Ava DuVernay.

O PIOR:

Nada a acrescentar.

Attack on Titan Season Finale

Estado do Anime: RENOVADO

Leiam a nossa Mini-Review anterior de Attack on Titan aqui.

0 100 100 1

100%
Average Rating

Attack on Titan atinge o seu auge, com um regresso absolutamente infalível. Um dos melhores produtos do ano e com um episódio que é soberbo em todos os aspetos possíveis e imaginários.

  • 100%

Comments