Cinema Críticas

Crítica: Booksmart (2019)

Booksmart

Booksmart é aquela comédia inteligente que precisávamos e nem sabíamos. Molly e Amy na véspera de oficialmente terminarem o ensino secundário deparam-se com a realidade que viveram dedicadas inteiramente aos estudos. Com esta autorrevelação decidem por uma noite experimentar o que é a vida para além dos livros.

Tenho utilizado a palavra química muitas vezes nas minhas críticas, mas com honestidade, não existe outra que exemplifique o que Kaitlyn Dever e Beanie Feldstein tiveram em cena. Quase 90% do filme funciona na perfeição pela dinâmica e química construídas por elas. Molly e Amy têm uma na outra o balanço quase perfeito, e elas entendem-se perfeitamente porque acima de tudo o que têm uma pela outra é uma verdadeira amizade. Elas compreendem-se uma à outra como a um livro. Ambas são adolescentes inteligentes que lutam por algo. Mesmo nas descobertas elas são uma parceria.

Booksmart

Booksmart faz-nos lembrar dos dias de estudo, das noites em claro e da eterna dúvida se valeria a pena. Molly e Amy acreditam que só estudando e sendo as melhores atingiram os seus objetivos. O que aprendem em vésperas da graduação é que viver e sair da zona de conforto também pode ser uma lição de vida.

Escrito por Susanna Fogel, Emily Halpern, Sarah Haskins, Katie Silberman Booksmart tem textos maravilhosos. Hoje em dia parece que existe uma urgência de quase nos obrigar a engolir lições de moral. O que este grupo conseguiu foi construir algo inteligente com piada, e muito subtil nas mensagens que passa. Existem cenas com diálogos muito fortes que como se costuma dizer: “para bom entendedor meia palavra basta”, fica tudo dito.

Olivia Wilde tem a sua estreia como realizadora, e que boa estreia. Ela talvez por já ter estado do outro lado tem uma sensibilidade que se percebe, nos planos que foca nas linhas que cria. O futuro promete, se este for o caminho que pretende seguir.

Não consigo encerrar esta crítica sem mencionar uma das personagens que mais gargalhadas me provocou. A Gigi de Billie Lourd é hilariante e a forma como vai aparecendo em todas as cenas é indescritível.

Booksmart

Booksmart é um filme sobre amizade, crescimento e mudanças. De forma competente consegue ser engraçado, ter textos fortes e passar mensagens subtis. É sem dúvida uma das grandes surpresas deste ano.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Booksmart

Realização:  Olivia Wilde

Elenco: Kaitlyn Dever, Beanie Feldstein, Jessica Williams, Lisa Kudrow, Jason Sudeikis, Billie Lourd

Duração: 102 minutos

Trailer | Booksmart

Comments