Mini-Reviews TV TV

State of the Union – Season Finale – 1ª Temporada

State of the Union Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE STATE OF THE UNION!

Rosamund Pike e Chris O’Dowd são um casal que se encontra no mesmo pub, antes da sua semanal terapia de casal, e conversam sobre os problemas que os levaram a essa situação, interesses que têm em comum, gostos e desgostos, aventuras e consequências das mesmas. Uma série de episódios de 10 minutos que é tão deliciosa quanto é praticamente perfeita.

O MELHOR:

Não só são os dois atores maravilhosos, como State of the Union é um marco magnífico de televisão.

State of the Union Season Finale

É uma comédia simples, sem grandes artifícios e que conquista com os seus diálogos acutilantes e temática quotidiana tratada com carinho. É uma ode aos relacionamentos e à forma como o ser humano é capaz de se redimir e de encontrar forma de se perdoar. A escrita palpitante de Nick Hornby e a realização singela de Stephen Frears tornam este pequeno (e, no entanto, grandioso) exercício de televisão numa das melhores obras do ano.

É através dos diálogos que State of the Union encontra a sua essência, vagueando em tudo o que uma relação tem de positivo e negativo. De como a nossa conduta é mutável com o passar do tempo e de que as memórias não têm necessariamente que servir para nos separar, mas sim, de nos fazer reencontrar. É incrível como, com as nossas vidas atribuladas, nos esquecemos de que são momentos como estes que nos tornam humanos. Esta cumplicidade que nos leva a amarmos independentemente do nosso histórico.

State of the Union Season Finale

Rosamund Pike e Chris O’Dowd constroem duas personagens distintas e com problemas matrimoniais severos que, dentro da sua gravidade, encontram o consolo um do outro para voltarem a dar uma oportunidade para se (re)conhecerem. Somos o que somos, fazemos o que fazemos, errar é humano e brincar com os sentimentos está, infelizmente, enraizado na nossa psique. Mas a verdade é todos os nossos defeitos como espécie não superam as nossas qualidades (pelo menos na maioria ou quero eu, na minha singela ingenuidade, acreditar nisso). Somos capazes de colocar o nosso orgulho como meio de impedimento de voltarmos a reencontrar quem, de alguma forma, nos magoou. Mas, se há ainda uma história para ser contada, a vida encarregar-se-á de nos voltar a aproximar. Pelo menos é esta mensagem pura que retiro de State of the Union.

State of the Union Season Finale

Uma série tão simples, tão bonita, tão verdadeira. Uma que não irá desiludir a ninguém que está com curiosidade para ver algo onde se possa rever, não só como casal, mas como ser humano.

O PIOR:

Nada a acrescentar. Apenas que deixa água na boca para uma futura temporada e que esta seja, de preferência, antológica, com outro tipo de relação entre indivíduos. Mas, de alguma forma, State of the Union ficou cravada na minha vida quase que de forma instantânea e, quer termine ou não, guardo-a bem juntinho ao peito.

Estado da Série: STAND-BY

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 100 100 1

100%
Average Rating

State of the Union é um exercício de televisão formidável que roça quase a perfeição. É simples e bonito, genuíno e a personificação perfeita de que a arte imita a vida... ou será a vida que imita a arte?

  • 100%

Comments