Cinema Críticas

Crítica: Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles (2019)

Na indústria do entretenimento, existem boas ideias, más ideias e ideias tão estranhas que seria impensável darem resultado, para acabarem por nos surpreender. É esse caso particular que reside Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles, um crossover entre as propriedades da DC e da IDW que tomou lugar em 2016. Foi uma ideia tão estranha, mas acabou por dar resultados surpreendentes, ao ponto de ter dado origem a mais duas sequelas nas bandas desenhadas. E agora, esse mesmo crossover teve direito a uma adaptação para um filme animado!

A premissa é bastante simples de seguir: Batman (Troy Baker) une esforços com Leonardo (Eric Bauza), Raphael (Darren Criss), Donatello (Baron Vaughn) e Michelangelo (Kyle Mooney) para fazerem frente aos esforços de Ra’s al Ghul (Cas Anvar) e Shredder (Andrew Kishino).

Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles Crítica de Cinema

Francamente, a ideia de colocar Batman com as Teenage Mutant Ninja Turtles tinha tudo para dar errado, muito por se tratarem de duas propriedades tão diferentes entre si, tanto em mitologia como tons (um é mais carregado, o outro é mais kid-friendly). Ainda assim, tal como o crossover nas páginas, este filme também acaba por triunfar nessa mesma vertente. O filme não descura dos seus momentos mais pesados (o filme conta com algumas cenas gráficas, mas nada que puxe pela classificação etária concedida), mas não ignora alguns elementos que tornaram as tartarugas bem acessíveis.

Aliás, o filme consegue casar estes dois mundos sem sobreporem-se de forma exagerada. Sim, a ideia de vermos as tartarugas a interagirem com o mundo de Batman (e da sua Rogue’s Gallery) é bizarra, mas também acessível para quem nunca esteve em contacto com um dos dois mundos. O melhor exemplo disso encontra-se nas piadolas de Michelangelo sempre que encontra algum elemento estranho deste mundo.

Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles Crítica de Cinema

Aliás, referências essas que se expandem para alguns Easter Eggs que conhecidos das suas sagas deverão estar mais do que a par, seja por objetos, referências a eventos ou personagens. Tudo está disponível para ser apreciado.

No entanto, o filme não é exatamente perfeito. A narrativa é básica, o que permite que possa ser seguida sem quaisquer problemas, mas também não avança mais do que pretende oferecer. O design das personagens deixa bastante a desejar em mais do que uma ocasião e mesmo a junção do 2D com o CGI3D consegue deixar algumas questões. O mesmo se aplica às cenas de ação, que variam entre “bem executadas” e “aborrecidas”.

No fim e ao cabo, Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles é um daqueles filmes que, apesar de não ser algo extraordinário, consegue ser uma fonte de entretenimento interessante para um serão mais soft, repleto de Easter Eggs e algum fan-service pelo meio.

Podem ler outras das nossas Críticas aqui.

Título: Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles
Realizador: Jake Castorena
Elenco: Troy Baker, Eric Bauza, Darren Criss, Kyle Mooney, Baron Vaughn, Cas Anvar, Rachel Bloom, Brian George, Ben Giroux, Andrew Kishino
Duração: 84 minutos

Trailer | Batman vs. Teenage Mutant Ninja Turtles

Comments