Frame by Frame Lucifer TV

Lucifer – 4×06 – Orgy Pants to Work

Lucifer 4x06

PODE CONTER SPOILERS DE LUCIFER!!!

Lucifer pode ser pautada por uma boa onda de humor, mas isso não implica que, de vez em quando, não nos ofereça uma visão mais pessimista de grande parte do elenco. E Orgy Pants to Work é um desses exemplos.

Aqui, Lucifer (Tom Ellis) tenta equilibrar a sua vida como consultor da Polícia de Los Angeles e a outra vida como bon vivant apreciador de orgias, o que traz sérios problemas não só na sua relação com Eve (Inbar Lavi) mas também na resolução de um caso da morte de um contabilista. Entretanto, Maze (Lesley-Ann Brandt) tenta encontrar o seu lugar no mundo, e Amenadiel (D.B. Woodside) recebe uma visita inesperada.

Lucifer 4x06

Uma boa porção da jornada pessoal de Lucifer residiu na sua evolução de Diabo e das características que acompanham esse título até a um profissional com um sentido de humor bem maroto. A série nunca ignorou que, por vezes, o personagem possa voltar de vez em quando aos seus maus hábitos, mas Orgy Pants to Work pode muito bem ser um dos poucos episódios que ilustram essa dualidade de tentar de ser um bom homem e ser quem ele acha certo ser. É uma temática que se vê nas suas interações pessoais com Eve e Chloe (Lauren German), mas também possui uma ligação curiosa com o caso em mãos.

Caso esse que, tal como o episódio anterior, revelou-se melhor que o esperado. Por cada “beco sem saída” que os investigadores tenham passada, existia sempre algum twist horrendo que o torna como um verdadeiro teste à convicção de Lucifer de que este é, para todos os efeitos e circunstâncias, um “bom homem”.

Mas isso não implica que o caso tenha sido necessariamente sério; ainda tivemos direito a alguns momentos de bom humor (se bem a cair num lado mais arriscado). Não só pela indumentária que Lucifer usa por engano logo no cold open, mas também porque parte do trajeto do episódio passa por aquele que é um dos meus destaques pessoais da temporada: o campo de nudismo. Este é um dos exemplos das alterações que a Netflix apresenta face à FOX, já que nem pensaria imaginar ver todas aquelas cenas (mas não se preocupem, não é necessariamente gráfico) num canal para os fãs televisivos.

Lucifer 4x06

Maze também teve direito a um melhor tratamento neste episódio do que no resto da temporada que veio antes. Não nos entendam de forma errada, Maze é uma verdadeira badass e Lesley-Ann Brandt demonstra uma facilidade nesses momentos, mas a personagem acaba por ficar enriquecida quando a série aborda os seus demónios pessoais. As suas interações com Eve foram um deleite (teremos aqui uma nova womance? Aparentemente…), mas é a exploração da sua ligação parental que coloca a personagem numa posição mais frágil que o habitual, o que só a torna muito mais humana do que demónio.

Amenadiel também teve as mãos bastante ocupadas neste episódio. O caso da gravidez de Linda (Rachael Harris) não passou propriamente despercebido, nem mesmo para os outros anjos do Céu, especialmente com a chegada de Remiel (Vinessa Vidotto), que se encontra em busca do filho de Amenadiel. Existe algum tipo de humor para ser encontrado neste episódio, seja na vertente do fish out of water ou sequer na ideia de Lucifer ter emprenhado uma humana, mas também havia a sua dose de tensão pelo caminho, com Amenadiel a recorrer a artimanhas para tentar dissuadir Remiel de procurar pelo bebé ainda por nascer.

Já estamos na segunda metade da quarta temporada de Lucifer, o que pode ser considerado como uma transição para uma postura mais negra daqui para a frente.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Lucifer aqui.

0 74 100 1
74%
Average Rating

Este episódio de Lucifer pode contar com algum do seu humor característico, mas não se desenganem: este é um dos poucos capítulos severamente depressivos da temporada até agora.

  • 74%

Comments