Especiais TV

As personagens que gostaríamos de voltar a ver em Game of Thrones

Game of Thrones

Como já ficou bem patente, já estamos na reta final de Game of Thrones tal como conhecemos e adoramos (pelo menos antes da eminente chegada da sua prequela, que aos poucos vai ganhando forma). Ainda que enfrente alguns problemas que não têm caído bem para os fãs da série (sejam algumas escolhas dúbias da narrativa ou de alguns planos de fotografia que têm obtido tanto fãs como haters), a verdade é que é impossível não resistirmos aos regressos dos Starks, Targaryens, Lannisters e outros participantes deste jogo que tem atraído cada vez mais fãs ao longo dos anos (e também sacrificando a vida social de muita gente). Mas apesar de termos o regresso dos nossos fan favs, existem outros que, por uma razão ou outra, simplesmente desapareceram do mapa. Eis alguns exemplos de personagens que gostaríamos de voltar a encontrar antes da ultíssima marcha para a guerra.

Benjen Stark

  • Benjen Stark

Já conhecíamos o irmão do falecido Ned Stark nos inícios da série, desaparecendo de repente e sem deixar sinais quase de imediato. Entretanto, o ex-membro da Patrulha da Noite regressou na sexta e sétima temporadas da série (se bem que num pior estado do que a primeira vez). A última vez que o vimos, este aparentemente sacrificou-se para salvar Jon e companhia limitada de um destino pior que a própria Morte. Não seria a primeira vez que Game of Thrones nos mostrava uma fake-out, mas gostávamos de certificar se o meio-vivo-meio-morto encontrou um destino à altura. Ah, e isto sem mencionar que este prometeu respostas!

Jaqen H'ghar

  • Jaqen H’ghar

Este misterioso assassino (com um estilo de discurso também ele misterioso) tornou-se também ele num fan favourite quando nos foi apresentado ainda nos inícios da série como um aparente aliado (e posteriormente mestre) da jovem Arya Stark na arte de morte. Claro que esta é uma presença que pode parecer um bocado de wishful thinking, mas isto é Westeros, onde fast travel aparentemente é uma realidade, por isso não seria de todo impensável que H’ghar aparecesse de repente para oferecer mais uma dose de sabedoria a uma rapariga sem nome. Quiçá…

Daario Naharis

  • Daario Naharis

Não são todos os personagens que conseguem sobreviver ao processo de recasting, mas há exceções à regra (só o The Mountain teve direito a três atores). Ed Skrein pode ter sido o nosso primeiro contacto com um dos membros dos Second Sons, mas foi Michiel Huisman que o solidificou como um guerreiro com bastantes complexidades (e um pouco de steamy sexy times com a Mãe dos Dragões). No entanto, Daario viria a “desaparecer” assim que Daenerys rumou para o continente principal, ficando a tomar conta de Slaver’s Bay na sua ausência (nem tudo é mau: o ator viria a ser atormentado na primeira temporada de The Haunting). Mas no caso de um regresso, é bom que traga um grande exército à mistura, que Dany bem vai precisar depois das perdas da Batalha de Winterfell. Just sayin’!

Meera Reed

  • Meera Reed

Meera, Meera, Meera. Se estivéssemos a elaborar uma lista de personagens de Game of Thrones mais injustiçadas até agora, esta estaria num dos primeiros lugares. Para vos refrescar a memória, Meera, juntamente com Jojen, voluntariaram-se para escoltar Bran Stark até ao Corvo de Três Olhos por volta da terceira temporada (salvo erro). Entre sacrifícios e algumas perdas, Meera foi uma das resistentes cujo trabalho árduo foi reconhecido de uma forma tão gelada que até arrepiaria a espinha do Rei da Noite! A última vez que a vimos, esta decidiu regressar para junto da família. Será que esta chegou em segurança? Caso regressasse a Winterfell, poderia ser uma espécie de closure para uma das duplas quase definitivas da série. Wishful thinking? Talvez. Mas considerando que este é um adeus a Westeros (pelo menos para já), esta seria uma maneira tocante de nos despedirmos de vez de uma das melhores personagens que a série nos entregou até agora.

Robin Arryn

  • Robin Arryn

Quer queiramos admiti-lo ou não, Game of Thrones assentou os seus alicerces nos underdogs e nos wild cards. Robin Arryn, um dos mais jovens monarcas dos Setes Reinos, é um desses wild cards. Detestável, claro (um claro sinal de que a Casa Arryn não tem exatamente as melhores ideias assentes), mas um monarca com poder para dar uma reviravolta. Por um lado, possui laços familiares com os Starks, o que o poderiam tornar num aliado na vindoura guerra. Por outro, foram os mesmos Starks que executaram o seu amado “tio” Petyr Baelish (devem-no conhecer melhor como Mindinho), daí de as probabilidades de se aliar a Cersei não sere exatamente impensáveis. Pode ser uma chave que pode decidir o rumo dos episódios finais da série (isto é, se os produtores tiverem a amável ideia de o trazer de volta!).

Hot Pie

  • Hot Pie

Quando pensamos em Arya Stark, é difícil imaginarmos a “maria-rapaz” a ter muitos amigos. Daí de os poucos que ela tem serem importantes, de uma maneira ou de outra. Hot Pie é um desses casos. Este pode ser bastante inofensivo na sua natureza, mas não deixa de ser uma das poucas amizades sinceras que a jovem Stark estabeleceu durante a sua carreira como fugitiva da coroa. Já para não falar de ser um pasteleiro sem rival à altura! Cheira-me que, se tivermos direito a um final feliz (o que seria um feito raro para Game of Thrones no geral), Hot Pie estará lá como o chefe residente. Imaginem as possibilidades infinitas!

Nymeria

  • Nymeria

Os direwolves têm sido o sinónimo da Casa Stark em Game of Thrones. No entanto, Ghost – o lobo de Jon Snow – tem sido aquele que mais tempo de antena tem recebido (afinal, é comum considerá-lo como o único sobrevivente da matilha). O que nos faz esquecer que Ghost não é o único sobrevivente! Sim, Nymeria – a loba de Arya – continua bem viva, de boa saúde e já com a sua própria matilha. De certa forma, já nos tínhamos despedido dela temporadas antes, mas não seria mau de todo voltarmos a ver este animal majestoso uma última vez.

Comments