Frame by Frame Supergirl TV

Supergirl – 4×19 – American Dreamer

Supergirl 4x19

PODE CONTER SPOILERS DE SUPERGIRL!!!

Supergirl tem-nos proporcionado alguns episódios durante uma boa porção da sua existência, mas também tem-nos dado algumas boas dores de cabeça, especificamente durante esta quarta temporada. American Dreamer não se desliga necessariamente deste molde, mas serve como uma espécie de pedido de desculpas sentido.

Kara (Melissa Benoist) decide pendurar a capa de Supergirl durante uns tempos, reaproveitando as suas capacidades como jornalista e deixando que Nia (Nicole Maines) a substitua por uns tempos como defensora de National City. Entretanto, James (Mehcad Brooks) decide tomar medidas mais drásticas para resolver o seu problema do stress pós-traumático; as medidas extremas de Ben Lockwood (Sam Witwer) começam a dar origem a uma onda de descontentamento, mesmo dentro dos seus aliados; e Lena (Katie McGrath) sente o peso das traições que sofreu até agora.

Supergirl 4x19

Já lá vai algum tempo desde que Nia Nal tomou o palco para ser o centro das atenções, e quando o fez, foi num episódio que determinou o seu caminho para o super-heroísmo, apesar das várias pressões à sua volta. American Dreamer pode não ser tão emocional até esse ponto, mas deu amplas oportunidades para mostrar o que a jovem heroína consegue fazer. Mas não é apenas pelo uso criativo dos seus poderes, mas sim também pelo seu à-vontade ao ponto de lançar one-liners tão corny que só podia ter vindo de Supergirl.

No entanto, existe um certo nível de urgência neste episódio, com Ben Lockwood e os seus lacaios a perseguirem vários alienígenas a torto e a direito só em base nas suas características. A série nunca foi estranha no que toca a utilizar ficção como espécie de ligação com as questões sociais de hoje em dia, e o pensamento positivo delineado neste episódio pode não ser uma grande novidade em si e possuir algumas falhas graves pelo caminho, mas não deixa de ter um certo nível de importância por si só.

Supergirl 4x19

Felizmente, lá por Supergirl estar suspensa não implica que Kara Danvers esteja de fora no combate. Uma valente porção do episódio viu a sua personagem a utilizar as suas capacidades jornalística para expor as tramóias de Lex Luthor (ao mesmo tempo que improvisa o uso dos seus poderes de formas criativas). Por incrível que pareça, esta decisão viria a causar um maior impacto com Lena, que está claramente a sofrer pelas constantes falhas  e traições das quais tem sido alvo em semanas recentes. Vemos momentos em que Lena atira com algumas verdades bem merecidas a Kara, para depois fazer as pazes e confessar-lhe algo que já estávamos a par durante semanas.

Infelizmente, Ben Lockwood continua a ser uma desilusão, e American Dreamer não o coloca na melhor das posições, tornando-se mais naquele típico vilão mandão do que propriamente uma figura pública com uma retórica retorcida que marcou grande parte da sua carreira na temporada. E mesmo essa vilania tem os seus limites, com várias forças à sua volta a mostrarem o seu descontentamento. E considerando as tragédias do episódio, pareec que Lockwood está mais do que pronto para recorrer a outro meios mais extremos.

Supergirl 4x19

Supergirl também se aventurou na questão da saúde mental neste episódio. Descobriu-se que o stress pós-traumático de James estava a afetá-lo ao ponto de receber poderes que não desejava ter em primeiro lugar, por isso pede ajuda extrema para resolver este problema. Esta narrativa pode não ser propriamente inovadora, mas ajuda a explorar um pouco mais do passado de James e dos seus traumas de infância, acabando por enriquecer um dos personagens mais controversos da série em geral. Adicionar Kelly (Azie Tesfai) à fórmula acaba por enaltecer também a relação complicada entre os dois irmãos.

Podem ler o Frame by Frame anterior de Supergirl aqui.

0 66 100 1
66%
Average Rating

American Dreamer pode não reinventar a roda social, mas não deixa de nos relembrar que, quando assim o quer, Supergirl consegue entreter.

  • 66%

Comments