Mini-Reviews TV TV

Shrill – Season Finale – 1ª Temporada

Shrill Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE SHRILL!

Annie é uma blogger que tem uma vida pouco simpática. Tem excesso de peso e a sociedade que a rodeia parece ter sempre algum tipo de observação pejorativa a fazer sobre esse facto. No entanto, Annie procura encontrar felicidade e superar os obstáculos que a vida lhe presenteia.

O MELHOR:

Shrill é verdadeiramente importante nos tempos que correm.

Aidy Bryant é doce e a sua mensagem é apetecível para uma tolerância social que, há muito, anda perdida. A narrativa é simples, mas todos os infortúnios e todas as simpatias que vão surgindo na vida da protagonista, são essenciais para uma percentagem da população que é atacada pelo seu aspeto físico.

Shrill Season Finale
Shrill – Episode 103 – Annie isn’t going to let her troll ruin all the success she’s had recently. So, she invites Ryan to a work event -excited to introduce her boyfriend into her life. Annie (Aidy Bryant), Fran (Lolly Adefope) shown. (Photo by: Allyson Riggs/Hulu)

Devemos respeitar o outro, seja qual for a sua orientação sexual, etnia, ou aspeto físico. Somos todos diferentes e todos levamos vidas diferentes. Não precisamos de nos elogiar, mas devemos ter a noção de respeito. Respeito este que Annie procura encontrar desenfreadamente ao longo dos seis episódios.

O romper com os estereótipos e a delicada mensagem que Shrill tenta dar ao seu público-alvo por vezes não têm o efeito desejado. E isto deve-se ao facto do politicamente correto ser levado ao extremo e não haver naturalidade nos discursos. Mas já lá vamos.

Independentemente dos seus defeitos, Shrill consegue, de certa forma, ganhar o nosso respeito e admiração e Aidy Bryant consegue, em pouco tempo, criar uma pequena pérola ternurenta e com um humor simples e eficaz.

Shrill Season Finale

O PIOR:

Como mencionado anteriormente, Shrill sofre um pouco das suas próprias ambições.

O politicamente correto levado à exaustão nos diálogos das personagens e que, posteriormente, se reflete nas atitudes das personagens faz com que a parte artística da série careça de naturalidade. A mensagem é clara, mas não há subtileza. É demasiado óbvio e nem sempre encaixa bem na componente artística. O público percebe a ideia rapidamente, não é necessário estar constantemente a “bater no ceguinho” e isto torna-se incomodativo em algumas partes.

Os atores também não ajudam a tornar Shrill totalmente convincente. As personagens são excelentes, mas os talentos performativos carecem de realismo. Mas Shrill não deixa de ser importante, porque todos devemos ser genuínos e fiéis a nós próprios, seja qual for o nosso estilo de vida. E, acima de tudo, enquanto sociedade, sermos civilizados e respeitarmos quem está ao nosso lado e não julgar quando não sabemos das histórias que acompanham as pessoas que nos rodeiam.

Shrill Season Finale
Shrill — Episode 104 — Annie & Fran attend the Fat Babe Pool Party. Annie is so empowered by the experience and so furious with her boss, Gabe, that she posts a body positive article to the paper’s website that explains exactly what it’s like to be a fat woman in today’s world. Annie (Aidy Bryant) shown. (Photo by: Allyson Riggs)

Estado da Série: RENOVADA

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 72 100 1

72%
Average Rating

Shrill é uma série importante, ainda que tenha alguma dificuldade em ser natural a fazê-lo. Foca-se demasiado na mesma questão e desvia-se do seu objetivo primário. No entanto, é uma mensagem clara e que deve continuar a ser explorada.

  • 72%

Comments