Frame by Frame Game of Thrones TV

Game of Thrones – 8×01 – Winterfell

Game of Thrones 8x01

CONTÉM SPOILERS DE GAME OF THRONES!

Chegou… a temporada final que todo o globo ansiava teve início. A grande guerra está a caminho e os peões estão posicionados no tabuleiro. Conseguirá a humanidade sobreviver ao gélido inverno que se avizinha?

Enquanto Daenerys e Jon regressam a Winterfell, com uma receção calorosa, já Cersei reúne-se com Euron Greyjoy. Theon resgata a sua irmã Yara, ao passo que Sam revela a Jon a sua verdadeira identidade. Tormund está de volta e depara-se com o início da catástrofe que se aproxima.

Game of Thrones 8x01

 

Game of Thrones é uma série contemplativa. Rege-se pela beleza da sua imagem e pelas suas personagens ricas. Esta estreia fica um pouco aquém do esperado, com pouco de surpreendente. É, no entanto, um primeiro episódio emocionante com todos os reencontros que ansiávamos ver. A ação flui naturalmente, ainda que pudesse ter sido um pouco mais abrupta e ritmada. Não significa que não tenha os seus momentos bons, afinal de contas, ainda há um olhar reprovador de Drogon a Jon, que ajoelhou perante a sua mãe (if you know what I mean…) e a mensagem do Night King foi, de facto, impactante. Mesmo que o episódio se tenha focado na nostalgia familiar dos Stark e tenha sido brando em ação, o importante é que apalpa terreno para os eventos que se irão seguir e poderá colocar em causa as alianças que foram forjadas.

Há também pouco desenvolvimento de personagens. Demasiado diálogo e pouco feito. Ficamos com a sensação de que, se o episódio tivesse um pouco mais de duração, teria um impacto maior, já que permitiria explorar a ação e criar um ambiente ainda mais desconfortável que, acima de tudo, é aquilo que os fãs precisam. Há muita confiança ainda das personagens perante o perigo que as assombra e persegue e, numa temporada tão curtinha, é necessário construir um clima que nos deixe constantemente com receio.

Game of Thrones 8x01

A sequência de Tormund é fulcral para perceber o rasto de destruição deixado pelo exército dos mortos, mas ainda assim precisaria de ser mais longa e mais violenta. A realização de David Nutter também não surpreende, o que é pena, dado que o realizador contém no cartório alguns dos melhores episódios da série até agora. Os efeitos especiais também nem sempre conquistam e alguns planos são, inclusive, preguiçosos. Um exemplo prático: quando Jon e Daenerys viajam com os dragões para uma cascata e beijam-se amorosamente, num plano plástico e cenário digital pouco trabalhado. São particularidades que Game of Thrones não se pode dar ao luxo de fazer. A série tem um orçamento demasiado grande para seguir pela via mais fácil e o argumento também não deve optar pelo caminho da previsibilidade.

E mesmo não querendo ser mauzinho, mas não é necessário tanto foco no amor de Jon e Daenerys e a relação de Cersei com Euron também não é propriamente relevante. Estamos numa fase em que todos devem perder o ego e temer o horror que caminha lentamente na sua direção. Perder demasiado tempo em relações que já percebemos que não irão ter nenhum resultado particularmente elucidativo não é uma estratégia que se deva utilizar nesta altura do campeonato. Mas, claro, fica a ressalva de que, pelo menos, Game of Thrones está de volta e promete trazer uma temporada final com mérito e garra, ainda que este começo tenha sido pouco virtuoso.

Game of Thrones 8x01

A sequência de abertura remete-nos para o primeiro episódio e há um sorrisinho maroto da Arya que se revê certamente nessa situação enquanto era ainda uma criança. Mas apesar destes momentos bonitos, há que trabalhar melhor o clima de medo, suspense e testar as poucas lealdades que ainda vão existindo. As personagens precisam obrigatoriamente de sentir a pressão do perigo destrutivo que está a caminho e perder a confiança e a esperança. Precisamos de sentir na pele o seu medo para nós próprios nos sentirmos receosos. O clima é essencial nesta fase e espero honestamente que o próximo episódio se foque nisso.

Leiam o nosso Frame by Frame anterior de Game of Thrones aqui.

0 70 100 1
70%
Average Rating

A temporada final de Game of Thrones arranca de forma muito branda, focando-se em relações desnecessárias e com fraco desenvolvimento de personagens. No entanto, tem alguns momentos interessantes e visualmente cativantes.

  • 70%

 

Comments