Frame by Frame This Is Us TV

This Is Us – 3×16 – Don’t Take My Sunshine Away

This Is Us 3x16

PODE CONTER SPOILERS DE THIS IS US!

This Is Us  infelizmente não foge à regra de cair em rotina, ainda assim, em Don’t Take My Sunshine Away consegue mostrar o porquê de ser uma das melhores séries quando o tema são as relações humanas.

A felicidade é algo tão subjetivo e abstrato que para cada um pode significar coisas tão distintas. Para cada irmão Pearson, mesmo partindo da mesma estrutura familiar, a construção dessa via de felicidade faz-se por diferentes caminhos. Apesar de tudo é o que os une, essa base familiar, que os faz querer  ser a melhor versão de si mesmos.

Randall (Sterling K. Brown) ao construir o seu caminho tem sempre dificuldade em balançar o conseguir ser melhor pai, melhor marido e melhor profissional. Por mais boa fé que a pessoa seja estruturada existem sempre momentos é que tudo se torna avassalador, e é isso que Randall está precisamente a sentir, pondo até em causa o casamento, algo que bem percebemos que o pode deitar abaixo.

Kate (Chrissy Metz) tem com Toby (Chris Sullivan) que viver uma dura realidade a do bebé recém-nascido que ligado a máquinas luta para sobreviver. É aqui que Kate tem demonstrado ser de uma enorme força interior. Talvez nunca entendámos esta ligação que tantas vezes se percebe imediata entre mães e filhos, mas Kate tem já um amor infinito pelo pequeno Jack. Toby tendo mais dificuldade a lidar com isto tudo, não é uma demonstração fraqueza ou afirmação de ser pior pai, só mostra o que o medo pode fazer. O medo de perder algo tão precioso é congelante e aterrador.

Já Kevin (Justin Hartley), parece que novamente está sem rumo. Esta temporada tinha quase dado uma nova vida a esta personagem, mas estes últimos episódios com temas repetidos e problemas já vistos voltamos ao Kevin que existia na primeira temporada.

This Is Us 3x16

Contudo, sem sombra de dúvida que o que This Is Us tem de melhor são as pequenas surpresas que cada episódio traz consigo. Por mais pequenas que sejam, são esses pequenos momentos que alimentam quem assiduamente assiste. E se esse pequeno detalhe for direccionado a Jack (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore) ainda mais certeiro se torna. Já repetidamente mencionei nestes Frame by Frame que a química de Ventimiglia e Moore salta bem à vista, mas é mais que isso. É uma parceria de cena, uma total entrega ao amor de Rebecca e Jack que parece de algo tão real e único.

O toque final com uma pequena Rebecca, com os seus totós no cabelo, e um Jack sofrido como que a sonhar esse possível encontro foi de génio, e lá está, os pequenos momentos que fazem com que This Is Us ainda seja uma série de referência.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de This Is Us aqui.

0 77 100 1

77%
Average Rating

This Is Us mesmo com um episódio caído na rotina, consegue em pequenos momentos nos mostrar porque é uma série que continuamente nos conquista o coração.

  • 77%

Comments