Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 7×14 – Brothers & Sisters

PODE CONTER SPOILERS DE ARROW!!!

Por vezes, um título pode ligar a algo importante, para depois apresentar algo completamente diferente do previsto. O episódio desta semana de ArrowBrothers & Sisters, podia estar a fazer alusão às relações conturbadas entre irmãos e irmãs que a série tem revelado até agora. No entanto, este é o clássico caso de um episódio que vai contra as nossas próprias perspetivas, mas sem grande sucesso neste caso em particular.

Neste episódio, Diggle (David Ramsey) e Lyla (Audrey Marie Anderson) encontram uma nova pista sobre o misterioso Dante, o que leva o casal a aplicar a Ghost Initiative numa tentativa de o parar de uma vez por todas. Entretanto, Oliver (Stephen Amell) tenta conquistar a confiança de Emiko (Sea Shimooka) ao tentar ajudar a jovem a prosseguir com a sua missão pessoal. No futuro, William (Ben Lewis) e Mia (Katherine McNamara) aproximam-se ao descobrirem a verdade sobre o seu parentesco.

Arrow 7x14

Arrow pode ter exibido algumas forças e fraquezas durante a sua longa duração (e que foi recentemente renovada para uma oitava temporada), mas a interpretação da sua própria versão da Suicide Squad – e das demais variantes – é certamente uma das suas maiores fraquezas. O mesmo se pode aplicar a este Ghost Initiative, que pode já ter terminado tão rápido quanto começou. Honestamente, este grupo, tirando a presença de Ricardo Diaz (Kirk Acevedo) deixa um travo bastante amargo na boca de muita gente. E o mesmo se pode aplicar a este episódio que, apesar de contar com algumas cenas de ação interessantes (algo que a série já conseguiu provar durante várias ocasiões, mesmo no pior dos episódios até agora), segue uma linha narrativa bastante previsível e básica.

Dito isto, este enredo principal acaba por ser uma motivação para conhecer-mos finalmente Adrian Paul (provavelmente mais conhecido por ter protagonizado a versão televisiva de Highlander) como o misterioso Dante. E embora não tenha desiludido no departamento da ação propriamente dita, fica a ideia de que a série está a começar a explorar este personagem durante uma valente porção da temporada. Resta esperar para ver se Paul se irá sair bem com o personagem.

Arrow 7x14

Do outro lado do espectro, os vários subplots do episódio tentaram fazer justiça ao seu título. Por um lado, vemos Oliver a tentar aproximar-se de Emiko ao tentar ajudá-la a tentar resolver o crime que vitimou a sua mãe. No entanto, por esta altura do campeonato, as atitudes de Oliver, ainda que no lugar certo, acabam por tornar-se já previsíveis, especialmente considerando o histórico de decisões que o agora vigilante legalizado tem vindo a tomar em anos recentes. Este ainda aprende a lidar com a situação, mas fica a ideia de que esta lição em particular já foi algo bastante repetido em temporadas anteriores; apenas alteram-se os intervenientes do costume.

Do outro lado do espectro (literalmente, durante o curso dos flashforwards), temos direito a uma aproximação entre Mia e William após a descoberta do episódio anterior. Embora este pequeno aparte não faça imensos favores no que toca ao avanço dessa narrativa de uma forma significativa, este pequeno aparte ajuda a cimentar uma nova possível aliança entre as duas partes em melhores termos.

Arrow 7x14

Com o regresso de Ricardo Diaz, regressa também o lado mais negro de Felicity (Emily Bett Rickards), o que resultou numa sequência que foi, na falta de melhor palavra, hit or miss. Valendo o que vale, este episódio serviu para que Felicity conseguisse fechar essa porta em particular e seguir em frente (mas como isto é Arrow, existe uma forte possibilidade de tal não acontecer como gostaríamos que acontecesse). Isso e deixar uma bomba que teria sido melhor recebida se não fosse o cliffhanger do episódio anterior.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de Arrow aqui.

0 65 100 1
65%
Average Rating

Mais uma vez, Arrow torna a ser uma desilusão, apesar de alguns desenvolvimentos curiosos e revelações surpreendentes.

  • 65%

Comments