Cinema Críticas

Crítica: Instant Family (2018)

Instant Family

Instant Family, é uma comédia que centra a sua narrativa na realidade das famílias de acolhimento nos Estados Unidos (foster care).

As comédias que tantas vezes exploram as relações familiares acabam por cair em piadas fáceis e num número indefinido de clichés. Nesta, contudo, existe um toque muito humano. Um casal que procura fazer a “coisa” certa, acolhe em sua casa duas crianças e uma adolescente, irmãos. Como se esperava, a adaptação de todos à nova realidade não foi tarefa fácil.

 

Pete (Mark Wahlberg) e Ellie (Rose Byrne) não são pais perfeitos. Como a maioria dos pais, a experiência de ser pai, mãe é avassaladora, para tantos, existem aqueles momentos em que tudo é assustador. O filme não foge a mostrar esses momentos de maior vulnerabilidade, e até de quase desistência da acolher e posteriormente adotar.

Instant Family

Os três irmãos, são muito diferentes e cada um com um problema diferente a ser encarado por Ellie e Pete. A pequena Lita precisa de alguma noção de autoridade, Juan de carinho e superar os inúmeros medos, e Lizzy uma adolescente que não teve infância ao ter de assumir o comando da prórpia família.

Uma família pode incluir bem mais pessoas que as que partilham laços de sangue. Mas, ainda assim, é na família que tantas vezes temos a nossa verdadeira essência. Tanto a família que acolhe como as crianças, adolescentes que são acolhidos parece que encontram o que lhes faltava para serem completos.

Sean Anders contou nesta comédia um pouco da sua própria história, ao se tornar pai adotivo de três crianças. Essa realidade vivida por ele transmite ao filme uma sensação de honestidade, e tal como o realizador nota-se o empenho do próprio elenco ao construir este filme.

Seria um mundo perfeito, uma verdadeira utopia, se movidos pelo que acreditamos ser a escolha certa acolhêssemos quem precisa de um lar, comida, roupas, educação mas acima de tudo amor. Instant Family é um filme para toda a família com uma importante mensagem. Não é um filme que procura carregar no drama, mas quando tem os seus momentos consegue emocionar.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Instant Family

Realização: Sean Anders

Elenco: Mark WahlbergRose ByrneIsabela Moner, Octavia Spencer, Gustavo Quiroz, Julianna Gamiz

Duração: 128 minutos

Trailer | Instant Family

Comments