Black Lightning Frame by Frame TV

Black Lightning – 2×12 – The Book of Secrets: Chapter Two: Just and Unjust

PODE CONTER SPOILERS DE BLACK LIGHTNING!!!

Não se pode negar que Black Lightning tem andado em queda livre nesta segunda temporada, muito porque preferiu investir o seu tempo em super-heroísmos e enredo cada vez mais confusos até para os mais acérrimos dos fãs. E embora este episódio não tenha resolvido grande parte desses problemas, conseguiu demonstrar que ainda não se esqueceu de alguns elementos que definiram a temporada inicial.

Neste episódio, Lynn (Christine Adams) e Anissa (Nafessa Williams) são atacadas em plena rua, o que leva Jefferson (Cress Williams) e Gambi (James Remar) procurarem por novas pistas. Entretanto, Jennifer (China Anne McClain), ainda de luto pela morte de Khalil, regressa à sua vida escolar, mas não corre tão bem quanto o esperado.

Black Lightning 2x12

Já tinha dito acima que Black Lightning tem andado a complicar a sua narrativa demasiado, mas não podia deixar em branco o simples facto de a série preferir investir grande parte do seu tempo em momentos que, pura e simplesmente, em nada adicionaram. Esse é um princípio que assenta que nem uma luva em Tobias (Marvin ‘Krondon’ Jones III), que ultimamente pouco ou nada tem feito senão preparar o seu próximo passo num plano ainda por revelar e a atirar insultos a torto e a direito.

Pois bem, o tempo de antena de Tobias e do seu mais recente lacaio, Todd (RJ Cyler) foi bem mais limitado neste episódio quando comparado com os episódios mais recentes. No entanto, em troca, tivemos o regresso dos problemas na ASA. Este grupo governamental não era exatamente surpreendente quando foram apresentados no final da temporada anterior, e esta temporada simplesmente não fez imensos favores. Especialmente agora que a série decidiu incluir o drama político da Markovia. Este país fictício já tinha sido mencionado em outras séries ligadas à DC, com Young Justice: Outsiders a ser o exemplo mais recente. No entanto, e a julgar pelas provas deste episódio, parece que Black Lightning está disposto a percorrer um caminho já bastante familiar.

Black Lightning 2x12

A primeira temporada ficou marcada pela positiva graças à sua forte mensagem socialmente relevantes, especialmente nos dias de hoje em que a xenofobia e o racismo dominam os tablóides que costumamos ler. Este episódio regressou brevemente a essas raízes, com Jennifer a fazer frente, e a mostrar alguns pontos bastante válidos, perante o novo diretor da escola. O segmento ganha ainda mais força quando faz referência ao bias social. Ou seja, independentemente da cor de pele, há pessoas que passam por imensas adversidades que testam os limites da humanidade, mas com claras diferenças no tratamento referente à cor de pele. No entanto, e apesar de esta ser uma dura realidade dos nossos dias, foi empregue de uma forma bastante artificial e com ideia de que foi feita só porque sim, para marcar uma posição. Este não é um regresso que esperava de uma série como Black Lightning.

Já o segmento da Anissa não foi exatamente o melhor executado, com a jovem a voltar a praticar o seu vigilantismo secreto, a ter uma crise existencial e depois encontrar alento na sua namorada, Grace (Chantal Thuy). Parece que os guionistas não sabem muito bem o que fazer com a heroína nestas situações. Mas parece que Anissa irá passar brevemente por novos dramas relacionados com Grace. Mas sinceramente, esta personagem está lá simplesmente para servir de interesse romântico de Anissa, não gozando do mesmo desenvolvimento que Khalil teve durante semanas a fio.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de Black Lightning aqui.

0 50 100 1
50%
Average Rating

Black Lightning regressou brevemente às suas raízes superiores, mas isso não desculpa as várias componentes que não deram certo neste episódio.

  • 50%

Comments