Mini-Reviews TV TV

Unbreakable Kimmy Schmidt – Series Finale – 4ª Temporada

Unbreakable Kimmy Schmidt series finale

PODE CONTER SPOILERS DE UNBREAKABLE KIMMY SCHMIDT!!!

Em 2015, a Netflix trouxe ao mundo a série Unbreakable Kimmy Schmidt, uma série de comédia originada da mente de Tina Fey. O resultado foi uma sitcom com uma escrita digna do título de “mestre”, um sentido de humor bastante apurado e, claro está, performances de um elenco bastante sólido. Mas como se costuma dizer, “todas as coisas boas chegam ao fim”. E esta série não é exceção, dando um “adeus” bem sentido aos fãs, ao mesmo tempo que continua a ser fiel à sua imagem de marca.

Unbreakable Kimmy Schmidt series finale

O MELHOR:

Mesmo sendo o final de uma era, Unbreakable Kimmy Schmidt continua a ser a mesma comédia energética com o qual sempre foi conhecida.

Unbreakable Kimmy Schmidt não seria uma das comédia de referência da Netflix se não mantivesse os mesmo níveis de humor que tem exibido durante os últimos anos. Felizmente, a série continua a demonstrar o seu humor e onda positiva que marcaram esta temporada (e a temporada no geral).

Esta temporada teve a audácia de explorar o movimento #MeToo, o que pode ter sido um pouco hit or miss (muito porque misturar humor com um tema sério como o assédio sexual em Hollywood e muitos locais de trabalho) para os fãs. Bem, este tema regressou “em força” para esta segunda parte da temporada final e, se a primeira metade mostrou o sofrimento e trauma que uma mulher sofre no que refere ao assédio sexual no local de trabalho, esta segunda parte explora esse movimento já em Hollywood através da “pele” de Titus (Tituss Burgess). Felizmente, esta temática acaba por surtir bons resultados: consegue proporcionar um comentário mordaz à nossa sociedade e aos vários métodos de apoio às vítimas (aqui tomando uma forma mais “extrema”) mas que não deixa de mostrar o seu lado mais engraçado.

Uma das lições que a série nos tem tentado ensinado desde o início é que, apesar de não conseguirmos controlar o que está à nossa volta, conseguimos controlar a forma como reagimos ao mundo à nossa volta. Um tema que, nesta segunda parte da temporada final, volta a ganhar destaque, em específico o episódio Sliding Van Doors, em que presenciamos um what-if scenario caso algumas ações que definiram os nossos personagens favoritos não tivessem acontecido. É uma premissa louca (o que assenta que nem uma luva para a série), mas que não deixa de pintar todo um novo tipo de situações interessantes.

De forma geral, o elenco principal de Unbreakable Kimmy Schmidt continua a demonstrar as suas forças a cada momento, seja Ellie Kemper e a sua onda contagiante de alegria e de nunca quebrar perante uma sociedade imperdoável; Tituss Burgess continua a roubar as cenas com o seu estilo lírico a roçar o flamboyant; e não nos podemos esquecer das personagens de Carol KaneJane Krakowski que continuam a fazer o deleite dos fãs. A este quarteto principal juntam-se também outras presenças especiais de atores bem conhecidos, tais como Jon BernthalGreg Kinnear ou mesmo Zachary Quinto, incluindo alguns cameos de celebridades bem conhecidas, com Ronan Farrow a ser um claro destaque.

Unbreakable Kimmy Schmidt series finale

O PIOR:

O final de Unbreakable Kimmy Schmidt é que deixa um bocado a desejar.

Não significa que o episódio final da série não tenha o seu mérito (afinal, acaba por dar um final feliz para os seus personagens centrais, ao mesmo tempo que nos dá umas dicas sobre o que o futuro lhes reserva). Apesar das emoções fortes, fica a ideia de que o episódio final foi bastante apressando, com algumas das linhas narrativas presentes a serem concluídas “em cima do joelho”. Teria, certamente, sido benéfico se o episódio tivesse uma maior duração do que os habituais 30 minutos (e considerando que Sliding Van Doors foi o mais longo da temporada, não há propriamente quaisquer desculpas).

Existem alguns rumores de que Unbreakable Kimmy Schmidt pode vir a ter direito a uma versão cinematográfica. Mas mesmo que tal aconteça ou não, o final da série, apesar dos seus defeitos, acaba por ser exatamente o que os fãs poderão desejar: um final definitivo e um final feliz para uma série que sempre se destacou pela sua mensagem positiva num mundo imperdoável.

Estado da série: CONCLUÍDA

0 82 100 1
82%
Average Rating

Apesar de um apressar do final ou do tratamento menos bom de alguns temas presentes, Unbreakable Kimmy Schmidt tem aqui um final agradável, digno do tipo de série pela qual ficou bem conceituada.

  • 82%

Comments