Cinema Críticas

Crítica: Terminator 2: Judgment Day (1991)

Terminator 2: Judgment Day Crítica de Cinema

Sequelas. Quer queiramos, quer não, estas fazem parte da indústria cinematográfica já há muitos anos. Tanto podem servir como meros cash grabs com o intuito de receber mais uma dose de dinheiro – sacrificando o fator de qualidade no processo – como podem expandir no universo já estabelecido através de duas formas bastante distintas: aumentar em tudo que tornou o primeiro um must see ou repetir a mesma fórmula. Claro que nem todas as sequelas funcionam da mesma maneira ou têm a mesma receção calorosa que o desejado. Mas claro que, na História do Cinema, tivemos direito a sequelas que conseguem superar o original e, assim, atingir o estatuto de “clássico”. E Terminator 2: Judgment Day – sequela de The Terminator – é um dos melhores exemplos de “como fazer uma sequela”.

Desta vez, o filme decorre durante os anos 90. Nesta altura, encontramos um jovem John Connor (Edward Furlong) – filho de Sarah Connor (Linda Hamilton) e Kyle Reese – a tentar sobreviver junto de uma família adotiva enquanto a sua mãe se encontra institucionalizada num hospital psiquiátrico. No entanto, a sua vida vira do avesso quando chega um T-1000 (Robert Patrick) do futuro com uma única missão: matar John Connor. No entanto, John ganha uma ajuda inesperada: um T-800 – também conhecido como Terminator (Arnold Schwarzenegger) que tem como missão proteger John Connor!

Terminator 2: Judgement Day Crítica de Cinema

The Terminator original é um clássico pelo seu próprio mérito, catapultando os nomes de James Cameron e de Arnold Schwarzenegger para a fama, além de efeitos visuais e especiais impressionantes, especialmente com o orçamento singelo que o filme obteve. A sequela, agora com um orçamento que rondou, em estimativa, 102 milhões de dólares, Cameron e a equipa técnica tiveram a oportunidade de usar e abusar estes recursos para trazer-nos mais um filme impressionante. E pode-se dizer que, mesmo considerando as exigências de hoje em dia, Terminator 2: Judgment Day continua a contar com efeitos especiais que continuam a meter inveja a outros clássicos do cinema. Tanto pode ser devido à equipa de profissionais associado ao filme, ou mesmo o recurso à famosa produtora Industrial Light & Magic – fundada por George Lucas e responsável pelos efeitos especiais da trilogia original de Star Wars – mas a opinião é unânime: mesmo para um filme lançado nos inícios dos anos 90, este segundo filme de Terminator continua a ser o mais surpreendente.

Terminator 2: Judgment Day é um daqueles exemplos práticos da mentalidade go bigger que domina a maior parte das sequelas. E vemos isso na “imagem de marca” da saga: a ação. Somos agraciados com sequências de ação impressionantes atrás de cenas impressionantes e que deixaram a sua marca nas memórias dos fãs. Cenas como a perseguição do aqueduto no primeiro ato, a invasão e fuga do hospital psiquiátrico no segundo ato ou o confronto final numa siderúrgica, existem incontáveis momentos a ter em conta.

Mas o filme conta também com uma forte componente humana. E claro, há mudanças que não esperávamos. Testemunhamos a evolução de John Connor, antes um típico diabrete até se tornar numa espécie de líder que está destinado, ou Sarah Connor a abandonar a sua ingenuidade do primeiro filme e assumir uma postura mais durona…

Mas se há uma relação que ganha maior destaque no filme é a confiança entre John e o T-800. É através destas experiências que John vai evoluindo como personagem, mas também vemos o cyborg a abraçar uma espécie de “humanidade” recém-encontrada. Esta relação dá origem a alguns momentos verdadeiramente enternecedores, mas também engraçados.

Existem muitas sequelas que tentam superar o filme que antecedem, e muitas vezes não são bem sucedidos. Terminator 2: Judgment Day é um dos exemplos a seguir, com cenas de ação melhoradas, efeitos visuais e especiais que ainda mostram um nível de qualidade impressionante e sem esquecer, claro, as performances das suas estrelas.

Podem ler a nossa crítica a The Terminator aqui. Podem também encontrar outras críticas aqui.

Nome: Exterminador Implacável 2: O Dia do Julgamento
Título Original: Terminator 2: Judgment Day
Realizador: James Cameron
Elenco: Arnold SchwarzeneggerLinda HamiltonEdward FurlongRobert PatrickEarl BoenJoe Morton
Duração: 
137 minutos

Trailer | Terminator 2: Judgment Day

Comments