Frame by Frame Star Trek: Discovery TV

Star Trek: Discovery – 2×02 – New Eden

PODE CONTER SPOILERS DE STAR TREK: DISCOVERY!!!

O episódio de estreia da segunda temporada de Star Trek: Discovery deu-nos uma espreitadela a um novo status quo, um novo elenco liderado por Anson Mount como esta versão particular de Christopher Pike e um nova ameaça para ter em conta. Mas acima de tudo, parece que esta temporada parece querer despedir-se sua primeira temporada mais “bélica” e abraçar o que fazer de Star Trek, bem, Star Trek. E este New Eden é uma dessas provas claras.

Neste episódio, a tripulação da USS Discovery encontra um novo sinal vermelho, que os leva para um planeta parecido com o nosso e que possui população terrestre. O grande senão: estes humanos são oriundos de uma linha temporal diferente. Nomeadamente 200 anos antes dos eventos da série!

Star Trek: Discovery 2x02

Não é propriamente um segredo que Star Trek: Discovery está a fazer tudo por tudo para se separar da sua primeira temporada. Embora tivesse um lado mais bélico, certamente afastou-se daqueles elementos clássicos que transformaram Star Trek numa saga a ter em conta. Elementos como a exploração de novas civilizações, de enfrentar novas ameaças numa base semanal, entre outros, esses mesmos perderam-se, mas esta segunda temporada está predisposto a resgatar essa ideia de explorar novos mundos e civilizações.

Neste caso em particular, a narrativa principal centrou-se praticamente na tentativa de salvar uma civilização arcaica dos avanços tecnológicos do futuro (pelo menos, de acordo com a Prime Directive). No entanto, fica a ideia de que este segmento foi resolvido com uma rapidez fora do natural, apesar dos seus momentos bem executados.

Esta situação também renasce a velha discussão da ciência vs. religião, uma temática que ainda hoje encontra-se bem acesa na nossa sociedade. E esse conflito foi testemunhado entre Pike (Mount) e Burnham (Sonequa Martin-Green), com a Comandante a restringir a sua linha de pensamento à base de explicações científicas e o Capitão a mostrar-se como uma mente aberta a novas religiões e linhas de pensamento. Não é uma altercação física, mas sim de mentalidades, o que só torna este conflito de mentalidades ainda mais aliciante.

Como bónus, a série continua a mostrar a vontade de explorar o seu elenco mal usado na primeira temporada. E temos um bom exemplo na Tenente Owosekun (Oyin Oladejo) que, embora não mostre muito para fazer ou dizer aparte de algumas soluções relativamente às situações em mão, sempre mostra uma vontade de tomar riscos que podem vir a dar frutos a longo prazo.

Star Trek: Discovery 2x02

Enquanto Pike, Burnham e Owosekun estavam no terreno, o resto da tripulação da USS Discovery também teve algumas tarefas para resolver. Tarefas quase impossíveis de resolver e que podem dizer o destino final da civilização de New Eden. Não só serviu como um objetivo para manter os restantes membros do elenco ocupados, mas torna a servir de pretexto de unir a tripulação como uma grande família em vez de colegas. Os velhos suspeitos do costume – Saru (Doug Jones), Tilly (Mary Wiseman) e Stamets (Anthony Rapp) – tiveram de fazer o maior esforço, claro, mas é bom vermos algumas das personagens mais secundárias, como Detmer (Emily Coutts) ou Airiam (Hannah Cheesman), a usufruírem de mais falas ou de uma melhor exploração das suas personalidades distintas.

Também tivemos direito a uma vista mais íntima das personalidades de alguns membros da tripulação. A experiência de Stamets como substituto da spore drive trouxe consigo algumas cicatrizes (relacionadas com o seu falecido namorado, Hugh) e é bom ver que esta temporada não vai deixar estas marcas permanentes completamente despercebidas. Já para Tilly, parece que outras coisas interessantes estarão reservadas, especialmente com a presença da enigmática May (Bahia Watson).

No geral, Star Trek: Discovery continua bem encaminhada para explorar novos horizontes, não só recuperando os elementos que definiram a saga em geral, mas também ao incorporar outros personagens que, honestamente, serviam mais como “extras” do que membros regulares/recorrentes da série. Resta ver se o resto da temporada irá de encontro com estas novas exigências.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de Star Trek: Discovery aqui.

0 82 100 1
82%
Average Rating

Star Trek: Discovery continua a separar-se da sua temporada anterior e, como consequência disso, a tornar-se numa série completamente diferente do que nos habituámos.

  • 82%

Comments