Frame by Frame Marvel's The Punisher TV

The Punisher – 2×03 – Trouble the Water

Frank Castle

PODE CONTER SPOILERS!!!

The Punisher deixou a sua marca presente na Netflix pela sua natureza violenta e sangrenta. Em 2017, a série seguiu os passos da sua adjacente Daredevil, e elevou a fasquia no que toca a cenas de ação de uma brutalidade incrível. Na segunda temporada já tivemos alguns vislumbres disto, tanto numa rixa de bar em Roadhouse Blues como um confronto sangrento às portas de um motel em Fight or Flight. Em ambos os episódios, a coordenação e execução das batalhas são sangrentas e violentas, e alguns até podem sugerir que a rixa presente no primeiro episódio levou com uns salpicos de Daredevil na sua execução; mas The Punisher tenta elevar ainda mais a fasquia em Trouble the Water.

O realizador Jeremy Webb tenta criar uma sensação de claustrofobia durante toda a íntegra do episódio. Frank e companhia vêm-se encurralados pelo grupo de John Pilgrim, o que leva a um confronto sangrento e intenso. Trouble the Water é dominado pela ação frenética a que já estamos habituados em The Punisher, mas terá sido bem executada?

Billy Russo

A utilização de ação rápida e agitada em espaços confinados tem muito que se lhe diga. É algo difícil de se realizar, visto que a equipa técnica vê-se limitada para apanhar os ângulos corretos ou os movimentos mais fluidos. Esta técnica é algo que Daredevil conseguiu aperfeiçoar e dominar ao longo das suas temporadas; no entanto, The Punisher conseguiu acompanhar o mestre da ação, até tentar elevar o seu próprio jogo. O maior problema de Trouble the Water é exatamente a ação que decorre no enredo de Frank Castle. O que poderia ter sido uma sequência de ação de excelência capaz de rivalizar com Blindsided (Daredevil), acaba por ser um aglomerado de frames rápidos, com uma montagem desleixada e negligente. Para piorar a situação, o personagem de Frank Castle é utilizado para resolver as situações que os argumentistas não conseguem, tornando Castle literalmente num one man army que termina o enredo do episódio da forma mais imprudente e rudimentar possível.

Jon Bernthal continua a ser a estrela de The Punisher, com uma performance impecável. Jon continua a provar o seu valor e continua a carregar a série nos seus ombros. É óbvio que é difícil acompanhar o poder e carisma de Bernthal no ecrã, mas mesmo assim Giorgia Whigham tenta dar o seu melhor, mesmo esse não sendo creditada neste episódio. A jovem atriz continua presa a uma personagem básica e cansativa, o que não dá liberdade a Giorgia para mostrar o que realmente vale. Infelizmente não se pode dizer o mesmo do restante elenco presente no episódio, com excepção de Ben Barnes. O jovem ator interpreta um fragilizado Billy Russo que é atormentado pelas mazelas provocadas por Castle. O enredo que envolve Billy torna-se cada vez mais interessante e cativante, o que se alia à performance do ator.

John Pilgrim

Continuamos com dúvidas quanto ao aparente antagonista da temporada. É-nos revelado um pouco do passado de John Pilgrim, mas mesmo assim o personagem parece tão misterioso quanto desinteressante. Apesar de ter uma figura possante na série, o vilão protagonizado por Josh Stewart cai nos clichés dos chefes da máfia, não trazendo nada de novo e original para a série.

John Pilgrim não é o único personagem que não adiciona nada à nova temporada de The Punisher. Também Dinah Madani, interpretada por Amber Rose Revah, é uma personagem que cansa o espectador, com um enredo secundário banal. A atriz também não ajuda à causa, não conseguindo ter a performance necessária para captar a atenção do público.

Apesar do episódio tentar deliciar o espectador com uma injeção de adrenalina, Trouble the Water acaba por se deixar levar por uma ação frenética mal coordenada e uma montagem inadequada. Jon Bernthal e Ben Barnes são os pontos positivos do episódio, tentando carregar o mesmo com as suas performances formidáveis. No entanto, Trouble the Water fica-se por um dos piores episódios de The Punisher.

Frank Castle

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de The Punisher aqui.

0 40 100 1
40%
Average Rating

Trouble the Water tem mais olhos que barriga, criando um episódio repleto de ação mal executada e demasiado apressada. Jon Bernthal e Ben Barnes conseguem segurar o episódio com as suas performances magníficas.

  • 40%

Comments