Doctor Who Frame by Frame TV

Doctor Who – 12×00 – Resolution

PODE CONTER SPOILERS DE DOCTOR WHO!!!

Natal e Doctor Who têm sido uma constante quase numa base anual. Por cada temporada, temos visto o Doutor e os seus fiéis seguidores a aventurarem-se pelo espaço e tempo a encontrarem aliados ou inimigos ligados a esta época natalícia. No entanto, numa atitude que certamente não passou despercebida aos fãs, Chris Chibnall descartou este tipo de especial já icónico em prol do primeiro Especial de Ano Novo de sempre na série. E após imensos pedidos, o atual showrunner atendeu aos pedidos dos fãs e trouxe uma velha cara conhecida!

Abrimos o episódio com a Doutora (Jodie Whittaker), Graham (Bradley Walsh), Ryan (Tosin Cole) e Yaz (Mandip Gill) aproveitaram a deixa do Ano Novo para verem 19 (!) maneiras diferentes de como este dia é celebrado no universo. No entanto, as suas mini-férias sofrem um revés quando a Doutora recebe um alerta de presença alienígena em Sheffield, Reino Unido. No entanto, este não é um alienígena qualquer, mas sim um Dalek, a famosa raça arqui-inimiga que a agora protagonista titular enfrentou durante décadas!

Doctor Who 12x00

Sejamos francos: quando se foca imensa atenção numa personagem – ou no seu coletivo – corre-se o sério risco de, no final, começar a perder o seu fulgor. Os Daleks são um caso misto. Sempre foram tidos como a maior ameaça que o Doutor enfrentou durante anos. E apesar de contar com uma força destrutiva sem paralelo, este coletivo de criaturas corria o sério risco de ser usado e abusado e depois deitado fora. Felizmente, em anos recentes, os guionistas responsáveis têm conseguido encontrar outras formas alternativas para trazer nova vida a estes arqui-inimigos. E Chibnall não foi exceção.

Contra todas as expectativas, o atual showrunner encontrou uma maneira de reintroduzir esta ameaça clássica nesta sua nova era. Mantém os seus elementos já característicos (desde a sua icónico motivação de conquista planetária até ao design da sua icónica carapaça), mas também introduz uma das capacidades mais assustadoras destes alienígenas: invadir outros seres para cumprir os seus objetivos. E esta “cobaia” assumiu a forma de Lin (Charlotte Ritchie), uma arqueóloga que teve o infortúnio de se cruzar com a mítica criatura de Doctor Who e de ser possuída. E aqui, a atriz teve de se desdobrar entre uma “donzela indefesa” e uma Dalek em modo TerminatorE para todos os efeitos e circunstâncias, esta jogada acabou por surtir o seu efeito. Já agora, parabéns a Nicholas Briggs por emprestar a sua voz tenebrosa ao personagem!

Claro que grande parte do mistério da série pendia sobre como Jodie Whittaker conseguiria lidar com este seu primeiro contacto com o alienígena. E pode-se dizer que acabou por corresponder às nossas próprias expectativas. Esta é uma Doutora ainda mais assustada, mais astuta, mais determinada… tudo o que desejávamos ver da sua personagem durante a sua temporada de estreia e que apresentou em doses pequenas.

Doctor Who 12x00

Mas claro que isto não seria o Doctor Who de Chris Chibnall se não tivesse, pelo menos, uma pequena nota de uma narrativa dominada pelo seu elenco secundário. Resolution não é exceção, desta feita com a introdução de Aaron Sinclair (Daniel Adegboyega), o pai de Ryan. A 11ª temporada nunca escondeu os chamados daddy issues de Ryan, especialmente no que toca às suas questões de abandono. Este episódio especial de Ano Novo deu forma física ao tão falado pai de Ryan, levando até ao seu inevitável primeiro encontro. Por um lado, não podemos deixar de condenar as ações de Aaron (que tipo de pai abandona o filho quando este mais precisa?), mas Adegboyega traz uma certa tristeza e pesar no seu personagem que nos faz acreditar no seu arrependimento. Já para não falar da troca de palavras entre ColeAdegboyega, que é duro e de partir o coração em mil pedaços.

Infelizmente, existem elementos que não funcionam no episódio. E mais uma vez, é Yaz que sofre com as consequências. Mais uma vez, a personagem é presenteada com pouco ou nada para fazer ou introduzir num episódio já frenético em si. E o mesmo pode ser aplicado a Mitch (Nikesh Patel) que, aparte da contextualização histórica de alguns eventos, não oferece algo de concreto para o episódio.

Em suma, apesar de alguns claros defeitos, a chegada dos Daleks à era de Chris Chibnall acabou por trazer uma nova onda que Doctor Who já estava a precisar e que não apresentou na sua 11ª temporada. As boas notícias: a Doutora vai regressar para a sua 12ª temporada. As más: terão de esperar até 2020!

Até lá, podem ler o que achámos do Frame By Frame anterior de Doctor Who aqui.

0 75 100 1
75%
Average Rating

Apesar dos defeitos do costume, Doctor Who triunfa no seu primeiro Especial de Ano Novo. E muito se deve à muito aguardada chegada dos Daleks.

  • 75%

Comments