Cinema Críticas

Crítica: Sorry to Bother You (2018)

Sorry to Bother You Crítica de Cinema

De vez em quando chega-nos uma obra com muito a dizer, que no entanto não consegue ser a “cup of tea” de toda a gente. Sorry To Bother You é uma aventura surreal, um conto moderno, e uma sátira forte ao materialismo, hipocrisia e crise de valores que se acentua nos dias que correm.

Sorry to Bother You Crítica de Cinema

Realizado por Boots Riley, Sorry To Bother You centra-se em Cassius Green (Lakeith Stanfield), um homem que pouco tem a perder, que começa a trabalhar num call center. Cassius vive em ambos os extremos do espectro: é livre, leva uma vida boémia junto com a sua namorada Detroit (Tessa Thompson), mas por outro lado preocupa-se constantemente com as contas a pagar e com o sucesso que acha que deveria ter atingido. Quando se apresenta a oportunidade de subir na carreira, Cassius vira as costas aos seus princípios e junta-se ao mundo implacável e selvagem dos negócios.

Sorry to Bother You Crítica de Cinema

Cassius tem este bichinho da ambição desde o início do filme; mostra-se incomodado com a importância que a sua vida tem, com a marca que deixa num mundo que eventualmente acabará. São questões que já incomodaram cada um de nós a certa altura. Detroit, no entanto, assegura-o que a as suas acções terão sempre importância e que deve viver mais “no momento”.

A obra explora esta nova geração (onde me incluo) de indivíduos que querem sucesso fácil, a quem lhes foi incutida a (errada) ideia da necessidade de estar sempre “no topo”. Tem fortes comparações à escravatura e ao corporativismo. Mostra também como irão sempre haver activistas dispostos a lutar pelos seus ideais, e outros “activistas” que são piores do que aquilo a que se opõem.

Sorry to Bother You Crítica de Cinema

O elenco é sublime, todas as personagens são exploradas a fundo como merecem, e a banda sonora, interpretada pela banda The Coup, encaixa que nem uma luva. Boots Riley prova o seu talento mais uma vez com planos originais e completamente avant-garde. Realço as escolhas estilísticas para esta obra, tanto as cores utilizadas como a caracterização das personagens são fantásticos e “puxam” o espectador para um mundo surreal.

Sorry To Bother You é alucinante do início ao fim, embora pareça perder um pouco o seu rumo nas cenas finais. É refrescante ver uma obra tão “out of the box”, que deixa um impacto a quem vê e que, de uma forma tão absurda, consegue estabelecer uma ligação a uma geração que parece perder a “chama”. Acordemos para a vida!

Título: Sorry To Bother You
Título Original: Sorry To Bother You
Realizado por: Boots Riley
Elenco:  Lakeith StanfieldTessa ThompsonJermaine Fowler
Duração: 111 minutos

Trailer – Sorry To Bother You

 

Comments