Frame by Frame Riverdale TV

Riverdale – 3×07 – Chapter Forty-Two: The Man in Black

riverdale 3x07

PODE CONTER SPOILERS! 

Tal como já tinha acontecido num episódio anteriormente, Riverdale volta a trazer-nos um episódio divididido em três diferentes histórias: a de Jughead (Cole Sprouse) e Archie (K. J. Apa), a de Veronica (Camila Mendes) e a de Betty (Lili Reinhart). 

Na última semana, a vida dos protagonistas sofreu toda uma reviravolta e, tal como no capítulo, vamos começar com os rapazes. O ruivo e o melhor amigo decidem que têm de fugir da cidade, visto que Hiram (Mark Consuelos) não irá parar de lhes fazer a vida num inferno. Depois de caminharem sem rumo, chegam a uma espécie de quinta, onde são recebidos por duas raparigas que não hesitam em apontarem-lhes armas. 

Depois de lhes conseguirem dar a volta, elas concordam em deixá-los ficar, dando comida e dormida, desde que eles ajudem. Archie concorda, Jug nem tanto e vai para a cidade fotografar. Depressa Andrews se deixa seduzir pela rapariga, contando-lhe a verdade sobre quem é e o que está ali a fazer; enquanto o amigo descobre segredos sobre aquela cidade, que envolvem, nada mais nada menos, que Lodge. 

Ao ser tramado e amarrado pela jovem mais velha da quinta, que ao entregá-lo ao “homem de negro” conseguirá libertar o pai e o irmão do trabalho na prisão. É Jones quem o consegue salvar o seu companheiro de aventuras e juntos fogem mesmo antes do vilão encarar com eles. Para mim, a narrativa mais fraca do episódio. Ainda que tenha sido possível viver momentos de tensão, acho que foi tudo demasiado previsível. 

De seguida, passamos para Veronica que, depois de sair de casa, dorme no seu clube noturno. Vendo que o negócio não anda nem desanda, conversa com o seu “amigo” Elio de forma a, durante uma noite por semana, transformar aquele espaço num casino. Super convincente e persuasiva, ela consegue o que quer e tudo parece ser um sucesso. 

Até perceber que o seu sócio afinal não é tão sério quanto isso e o seu objetivo é fazer a rapariga perder todo o dinheiro. Esta percebe o que está a acontecer e, numa jogada de mestre, dá a volta ao jogo para o seu lado. Só no final, percebemos que ela foi avisada pelo seu pai e que, agora, acha que ele afinal pode não ser assim tão mau. A sério? Estava tão contente contigo, com todas as decisões que tens tomado ultimamente e agora deixas-te ludibriar pelo teu pai desta maneira V? Não a deixem fraquejar, por favor! 

Contudo, costumam dizer que o melhor vem para o fim e, foi exatamente o que aconteceu aqui. Betty leva todo o mérito por ter levado o capítulo às costas, sendo que, atualmente, é a que tem a história mais interessante. Depois de ser mandada para o internato de freiras pela sua mãe, a rapariga não parece ter uma vida fácil. 


Lúcida, o seu objetivo é arranjar provas contra aquele espaço e fugir de lá. Mas a sua nova amiga não lhe facilitará as coisas. Ethel (Shannon Purser) também lá está, completamente louca e devota do Rei Gárgula, que pelos vistos, castiga as meninas que se portam mal. 

É aqui que a loira entra em ação. Depois de perceber, tal como o seu namorado, que utilizam um doce infantil como droga, ela consegue reunir as provas que precisa daquele lugar (que mais uma vez é controlado pelo “homem de negro”, Hiram) mas é apanhada a fugir. Drogada e com gritos, tem a primeira visita ao temível ser que assombra a temporada. 

O capítulo termina com ela a proferir frases de adoração ao “monstro”, como já vimos outras figuras enlouquecidas fazer. Só espero que não seja esse o caminho que irão dar à rapariga e, por favor, que algum amigo note a falta dela e a consiga salvar! É só ridiculo ela estar lá presa e ninguém fazer nada. 

Confesso que me diverti bastante com este episódio, pela forma como foi contado e, acima de tudo, por todo o ambiente de tensão e todas as reviravoltas que aconteceram. Ainda que seja estranho tudo o que está a acontecer este ano, o certo é que Riverdale continua cheio de ação, com surpresas atrás de surpresas e não consigo parar de me viciar nisto, semana após semana. 

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior aqui. 

0 82 100 1
82%
Average Rating

Ainda que seja estranho tudo o que está a acontecer este ano, o certo é que Riverdale continua cheio de ação, com surpresas atrás de surpresas e não consigo parar de me viciar nisto, semana após semana. 

  • 82%

Comments