Arrow Frame by Frame TV

Arrow – 7×04 – Level Two

CONTÉM SPOILERS!!!

Quem acompanha Arrow deste os inícios, sabe que a série é famosa pelos seus icónicos altos e baixos. E era apenas uma questão de tempo até esta temporada, embora tenha começa com o pé direito bem assente no chão, a série oferecer aquele episódio menos bom ou a roçar no péssimo. Level Two não é um mau episódio em si – tem alguns elementos a seu favor – mas também serve de passo para trás de uma temporada, no mínimo, curiosa.

Nesta semana, Oliver (Stephen Amell) chega ao Nível Dois, onde espera encontrar o contacto de Diaz na prisão; Felicity (Emily Bett Rickards), de forma a poder arrancar respostas de Silencer (Miranda Edwards), faz uma aliança improvável; Rene (Rick Gonzalez) e Dinah (Juliana Harkavy) tentam colaborar entre si para encontrar um piromaníaco; nos flashforwards, Roy (Colton Haynes) e William (Ben Lewis) chegam a uma Star City completamente devastada.

Arrow 7x04

O segmento de Oliver, pela quarta semana consecutiva, tem sido a fonte de maior entretenimento. Esta temporada tem colocado o protagonista nos piores lençóis possíveis, quer física, quer psicologicamente (esta última pelo peso das suas escolhas duvidosas). Este episódio focou-se em mais um teste psicológico de Ollie, desta feita com o psicólogo Jarrett Parker (Jason E. Kelley). Este segmento ficou marcado por levar o protagonista novamente ao momento da estreia da série, no barco salva-vidas, com o seu pai. É uma cena difícil que Stephen Amell teve de lidar, mas que o consegue de forma convincente. Infelizmente, fica a ideia de que esta cena em nada se comparou com a tortura que este sofreu de Adrian Chase na quinta temporada; ainda assim, serve de prova que Arrow continua a demonstrar sinais de querer tomar novos riscos com o personagem, de o colocar numa posição mais vulnerável.

Arrow 7x04

Outro fator interessante foi a contínua queda de Felicity para um lado cada vez mais negro, ao ponto de esta conseguir convencer uma Laurel (Katie Cassidy) relutante a ajudar na sessão de interrogação. Ainda que este episódio não lhe tenha feito muitos favores (também nos custa a acreditar que esta versão da Laurel se tenha reformado assim do nada), serviu para apresentar uma dinâmica interessante entre as duas mulheres. E ainda nos dá a benesse de aguardar por mais Laurel e Felicity em episódios futuros.

Arrow 7x04

Infelizmente, aonde o episódio fracassa por completo é nas cenas entre Rene e Dinah. Após um histórico de entreajuda – ao ponto de criarem a sua própria fação da Team Arrow na temporada anterior – ainda nos custa a acreditar nas cenas partilhadas entre eles. Nota-se, ao de longe, que a série está a tentar unir os ex-justiceiros à força, tirando qualquer sentido de veracidade ou anulando todo o histórico entre os dois personagens. E incluir novamente o copycat do Green Arrow também não faz muitos favores. Numa temporada repleta de subplots por avançar – a sentença de Oliver, a caça a Diaz e agora o inside job na ARGUS – incluir outro mistério por responder é o que menos se precisa neste momento. Pode ser que haja um payoff eventual quando se descobrir a sua verdadeira identidade, mas por agora, a sua presença é um empecilho no avanço das narrativas.

Felizmente, estão cá os flashforwards para salvar o episódio. Embora fiquemos com ideia de que este enredo está completamente aparte do enredo principal, espreitar uma Star City em modo decadente só nos faz desejar ver o que se vai passar na trama principal. Ainda bem que este segmento nos oferece algumas dicas sobre esses eventos, além de apresentar pelo menos duas versões futuras (ou melhor ainda, Beyond?) de algumas caras bem conhecidas dos fãs.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de Arrow aqui.

0 74 100 1
74%
Average Rating

Era inevitável que Arrow desse uma escorregadela nesta sétima temporada. Felizmente, este episódio tem ainda alguns trunfos na sua manga.

  • 74%

Comments