A Discovery of Witches Mini-Reviews TV TV

A Discovery of Witches – Season Finale – 1ª Temporada

A Discovery of Witches season finale

CONTÉM SPOILERS DE A DISCOVERY OF WITCHES

A Discovery of Witches é uma aposta da britânica Sky One, baseada nos livros da trilogia All Souls de Deborah Harkness. Acompanha a história de Diana (Teresa Palmer) uma bruxa que apesar de renegar os seus puderes vê-se envolvida no mundo mágico habitado por humanos, vampiros, bruxas e demónios quando um valioso manuscrito de alquimia à muito perdido lhe vem parar nas mãos.

O MELHOR

O mundo é habitado por criaturas mágicas e ao contrário de outras series que já mergulharam nestes universos antes, em A Discovery of Witches sabemos logo à partida ao que vêm. Ainda na narração inicial Matthew de Clermont (Matthew Goode) anuncia que estas mesmas criaturas estão em extinção. Com uma combinação de magia, conhecimento científico e mitologia o vampiro tenta encontrar as soluções para combater este fim anunciado.

A Discovery of Witches season finale

A heroína e a força feminina estão muito bem representadas, quando conhecemos Diana existe logo uma certeza, estamos na presença de uma mulher muito inteligente, divertida e decidida a renegar a sua magia. Ao ver-se contrariada nos seus propósitos de vida precisamente porque consegue sem perceber “chamar” o manuscrito ASHM 782 (onde se acredita estarem as respostas à extinção) vê-se obrigada a assumir a sua verdadeira identidade. Não deixa de ser uma mulher, bruxa, cheia de incertezas, dúvidas e paixões e com isso representada de forma muito verdadeira. A adicionar a Diana tem-se ainda a enigmática mãe de Matthew, Ysabeau de Clermont (Lindsay Duncan), a destemida tia de Diana, Sarah Bishop (Alex Kingston, Doctor Who) a sua companheira Emily Mather (Valarie Pettiford) e a representante dos demónios na congregação Agatha Wilson (Tanya Moodie). Sem dúvida um leque muito variado e representativo no elenco feminino.

A Discovery of Witches season finale

A política está também muito patente, principalmente porque existe uma congregação a que pertencem as diferentes criaturas. A congregação decide e discute leis e tratados como o da não “mistura de raças”. Sendo esta uma das leis fundamentais para o que se acredita ser o equilíbrio entre vampiros, bruxas e demónios. Esta congregação criada para orientar este mundo oculto não deixa de ter as suas contrariedades, pois como esperado os interesses de uns sobrepõem-se ao bem-estar de outros.

O romance logo à partida proibido entre uma bruxa e um vampiro apesar de parecer cliché é muito bem explorado e a química entre Goode e Palmer é só um dos grandes motivos para que funcione. E o facto de Matthew se posicionar ao lado e não à frente de Diana na luta pelos ideais de ambos só torna o romance ainda mais apelativo.

A Discovery of Witches season finale

Ao mesmo tempo que se desenrola toda a ação da história são-nos dados verdadeiros presentes visuais com magníficos castelos, bibliotecas enigmáticas e épicas, cheias de misticismo e ainda um pequeno vislumbre dos canais de Veneza.

O PIOR

Apesar de mais para o fim da temporada parecer propositado, o pouco espaço dado aos demónios. Talvez pelo plot central estar orientado em volta do romance de um vampiro e uma bruxa, estas duas criaturas foram bem aproveitadas e até explicadas. Já os demónios sabemos que sofrem com depressões e grandes taxas de suicídio, mas pouco mais se explora e explica, algo que espero que possa ser corrigido nas próximas temporadas.

Estado da série: RENOVADA

0 85 100 1

85%
Average Rating

Em A Discovery of Witches temos a mistura certa entre misticismo, criaturas do fantástico como bruxas, vampiros e demónios, romance e paisagens magníficas.

  • 85%

Comments