Frame by Frame The Walking Dead TV

The Walking Dead – 9×04 – The Obliged

The Walking Dead

The Walking Dead não é uma série muito complexa, mas teve em The Obliged, um dos episódios mais inteligentes e bem desenvolvidos até à data. Nada faz muito sentido até chegarmos ao fim do episódio, mas se o revermos, encontramos um fio central que conecta tudo o que parece apenas um gigante plot hole.
Para não terem de o rever, podem apenas ler este Frame by Frame, que obviamente contém spoilers.

Os momentos This Is Us (como lhes chamei no frame by frame anterior) vieram para ficar em The Walking Dead, mas desta vez intercalados com momentos menos puros, já rotineiros na série.
O foco é Michonne, onde a forma como é orquestrada a sequência de imagens, deixa a dúvida se tudo isto vai ter alguma finalidade numa fase mais avançada da temporada, como o “sonho de Carl”.

Voltando ao episódio, podemos constatar que Rick está de facto a perder controlo. Nos outros e nos seus!

Carol junta-se a Maggie e Daryl, na lista de “originais” a virarem as costas ao líder do bando.
Os Saviors descobrem o plano de vingança de Oceanside e a situação sai completamente fora de controlo, criando um cliffhanger muito bom para o próximo episódio.
Maggie e Daryl avançam com o seu plano para matar Negan (with a catch).

Daryl assume um papel importante neste episódio, ao afastar Rick do centro de acção. O resultado foi literalmente brutal, a nível físico e a nível emocional.
Por muito que seja passada a imagem de Rick como o bom da fita, houve e continuam a haver muitos momentos em que não o é. Ao querer honrar o “sonho de Carl” com tanto afinco, acaba por se perder e afastar da realidade actual em que está inserido. O papel de Daryl neste episódio, não só é fiel à personagem, como é fundamental para servir como ponto de viragem no rumo de acontecimentos desta temporada.

O desfecho do episódio deixa a dúvida da real utilidade do papel de Daryl neste episódio. Já é certo e sabido que Andrew Lincoln vai abandonar The Walking Dead antes da temporada 9, falta saber em que altura da presente temporada tal vai acontecer. Correm rumores que o episódio 5 vai ser mesmo o episódio de despedida.

Para quem é fã da série, custa aceitar que seja de forma tão prematura nesta temporada, mas a verdade é que estão a montar o setup perfeito para tal acontecer.
Os momentos This Is Us têm uma finalidade, mostrar o desenvolvimento da relação maternal de Michonne para com Judith. Mostrar que com a perda do pai, Judith não está sozinha, fica entregue a um fragmento/reflexo do que foi a sua família. A forma como foi intercalada com Michonne a matar Zombies a solo (às escondidas), remete-nos para  o seu traço enquanto guerreira independente. Refletindo assim a sua força, entrega e motivação enquanto mãe, deixando a certeza de que Judith está realmente bem entregue.

Em paralelo com tudo isto temos um build-up em torno do encarceramento de Negan, cuja finalidade é incógnita a uma primeira instância, mas ao juntar as peças, percebemos que é sobre família. Tendo em conta o facto de que essas interações se desenrolam com Michonne onde é explorado o seu background familiar, que vai ser muito em breve a única família de Judith.

My sons are gone, but this world is going to better for my daughter (…)” – Michonne

Chegamos à conclusão que a sua conversa com Negan, (conhecido por ser implacável a nível psicológico devido a como mexe com a mente das pessoas), desvenda o último traço que traz anexada a garantida de que Michonne vai ser a mãe perfeita para Judith. Isto é, ser forte a nível psicológico.

<<Num canto recôndito do episódio, a narrativa em torno de Jadis e Gabriel volta a perder o interesse, apesar do monólogo em tom de Preacher, de Gabriel.>>

Posto isto, de certa forma, já sabemos o que esperar do próximo episódio. A dúvida gira em torno de como vai ser feito, visto que tem tudo para ser um episódio histórico. Já este foi excelente. O melhor da temporada, até agora.

0 90 100 1

90%
Average Rating
  • 90%

Comments