Frame by Frame Supergirl TV

Supergirl – 4×03 – Man of Steel

Supergirl 4x03

CONTÉM SPOILERS!!!

Durante os inícios desta temporada de Supergirl, a nossa heroína e seus aliados têm sido atormentados por num grupo de terroristas domésticos liderados pelo misterioso Agent Liberty (Sam Witwer). Ainda que tenhamos passado mais tempo com os gémeos Graves, pouco ou nada sabemos sobre quem é Liberty por detrás da máscara. E é neste terceiro episódio que obtemos essas respostas.

Com Supergirl (Melissa Benoist) a lutar pela sua vida na DEO, o episódio acompanha o trajeto de Ben Lockwood, um professor da universidade local e de como certos eventos e influências o levaram a tornar-se no Agent Liberty.

Supergirl 4x03

Estamos a passar por tempos difíceis atualmente. A sociedade em que vivemos está claramente dividida em dois lados distintos. É uma sensação que está a ganhar ainda mais força no lado dos Estados Unidos, em que racismo e xenofobia reinam os tablóides através das notícias que nos chegam de relatos como atos de terrorismo doméstico ou violência nas ruas. E Supergirl nunca escondeu essa sua veia política, que se encontra debaixo de uma máscara de divertimento. E vemos isso na evolução de Ben Lockwood, um tipo normal como eu ou vocês, os leitores. Uma pessoa normal que se tenta adaptar a uma sociedade que tenta o seu melhor para abraçar o próximo, apesar das claras diferenças.

No entanto, “mesmo os bons homens caem”. E é esse trajeto que o episódio tenta pintar com Lockwood: um bom homem que, face aos desastres que testemunha (além de ter um pai claramente anti-alien, interpretado por Xander Berkeley), vê os seus valores a terem levador aos limite. E aos poucos, os seus pontos de vista vão-se alterando, com uma boa pessoa a tornar-se numa pessoa horrível. Sam Witwer consegue fazer esta transição de uma forma satisfatória; no entanto, tem o cuidado de não o tornar numa personagem por quem possamos sentir pena ou simpatia. Sim, podemos criar empatia por um homem que foi perdendo tudo aos poucos, mas este continua a demonstrar atitudes horríveis. Uma transição pautada neste one-man show.

Supergirl 4x03

Ainda que Ben Lockwood seja o foco do episódio, fica a ideia de que esta sua transformação podia estar melhor empregue num formato de flashbacks justapostos com o enredo principal. E também vemos de perto claras falhas no que se toca a lógicas aqui apresentadas. E infelizmente, servem também de espelho de como as pessoas apropriam-se da realidade à sua volta e transformam em verdades de acordo com as suas versões.

Pode-se dizer que, após dois episódios, Supergirl aventura-se a explorar o outro lado desta alegoria da imigração (o lado negro, diga-se). Ajuda quando a isto se junta uma origin story do grande antagonista da temporadas, mas os claros defeitos do episódio não ajudam muito.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior de Supergirl aqui.

0 60 100 1
60%
Average Rating

Como uma história de origem de Agent Liberty, este episódio de Supergirl é meio-decente; de resto, não oferece algo que já tenhamos visto anteriormente, agora com uma nova perspetiva.

  • 60%

Comments