Mini-Reviews TV Mr. Mercedes TV

Mr. Mercedes – Season Finale – 2ª Temporada

mr mercedes season finale

PODE CONTER SPOILERS DE MR. MERCEDES!

Baseada em mais uma das obras de Stephen King, Mr. Mercedes conseguiu chegar de surpresa e conquistar o público com a sua primeira temporada. Ainda que tenha apresentado um ritmo lento, o certo é que mesmo assim, acabou por chamar a atenção do público, não só pelas reviravoltas que iam acontecendo, como pela qualidade da interpretação do elenco.

Agora, no segundo ano, a série tem o desafio de manter a nossa atenção, depois de um final inesperado, que colocou um dos seus protagonistas, o serial killer Brady Hartsfield (Harry Treadaway) numa cama de hospital em coma. Houve claramente um avanço de tempo e as personagens tentam lidar com tudo à volta dos últimos acontecimentos.

mr mercedes season finale

O MELHOR

O que a primeira temporada teve de bom, aqui mantém-se. Tudo vai acontecendo sem pressas, enquanto conseguem criar um crescendo de suspense em quase tudo. Sabemos que há plot twists a acontecerem volta e meia e aqui não é diferente. Outro dos pontos fortes, é conseguirem manter a nossa atenção depois de já sabermos, tal como as personagens, quem é o Mr. Mercedes e deste estar preso a uma cama.

A maneira como tudo é resolvido, como mantêm o vilão em cena de uma forma tão importante e interessante, é digna de aplausos. Ainda que tenhamos, obviamente, alguns cenários irreais, dignos de King, tudo funciona na narrativa e vamos acompanhando o desenrolar com vontade de ver mais.

Também a entrada dos novos atores e personagens é uma mais-valia, visto terem sido bem desenvolvidas e não apenas introduzidas só para número. O casal Felix (Jack Huston) e Cora (Tessa Ferrer) são realmente intrigantes e fazem-nos questionar. Será que aquilo que fazem com um assassino em série é sem caráter ou pode revolucionar a medicina? Tudo é ambíguo neles e as performances estão ao nível do resto do elenco.

Também o inspetor da polícia, Montey (Maximiliano Hernández) tem um papel preponderante e decisivo no enredo. Do outro lado, continuamos a ver aqueles que já tão bem conhecemos e que, continuam agora, a explorar os seus papéis de forma exímia.

A relação entre o nosso protagonista Hogdes (Brendan Gleeson) e os dois jovens Holly (Justine Lupe) e Jerome (Jharrel Jerome) é das melhores coisas que nos continuam a mostrar. Gostam uns dos outros e protegem-se com unhas e dentes, mas nunca roçando o sentimentalismo forçado. Isso resulta, porque quando acontece, conseguem mesmo emocionar-nos e sentir-nos o quão reais são aquelas ligações.

mr mercedes season finale

Interessante ainda continuarmos a ver a sequência no início de cada capítulo, desta vez com Bill no quarto de Brady, enquanto os dias vão passando e ele continua ali, à espera que acorde e seja castigado.

O final, deixa-nos com um gostinho de despedida, ainda que acredite que Mr. Mercedes irá continuar. E aqui, em relação ao fim, só posso dizer: Obrigado Lou (Breeda Wool)! Ainda que a personagem não tenha tido o destaque do primeiro ano, manteve-se forte e a atriz está incrível na sua prestação.

O PIOR

Neste campo, só tenho mesmo de referir o ritmo lento e às vezes cansativo. Há muita coisa a acontecer nos episódio que apenas servem para florear tudo, mas tem o efeito contrário, tornando tudo um pouco enfadonho. Os capítulos inicias também têm momentos menos surpreendentes, melhorando à medida que nos aproximamos do fim.

Mr. Mercedes é uma ótima adaptação do mestre do terror. Com algumas cenas perturbadores e personagens fortes, não se limita a pisar terreno seguro, ousando quando acha que o tem de fazer. Um elenco incrível e uma realização bem competente, acho que existe potencial para explorarmos este mundo pelo menos, mais um ano. Cá estarei para acompanhar isso!

ESTADO DA SÉRIE: STAND-BY 

 

Não se esqueçam de ler a nossa crítica da temporada anterior aqui. 

0 84 100 1
84%
Average Rating

Mr. Mercedes é uma ótima adaptação do mestre do terror. Com algumas cenas perturbadores e personagens fortes, não se limita a pisar terreno seguro, ousando quando acha que o tem de fazer.

  • 84%

Comments