Cinema Críticas

Crítica: Candyman (1982)

Candyman

Candyman. Candyman. Candyman. Candyman. Candyman

Este clássico de 1982 traz-nos a lenda de Candyman, um assassino implacável com um gancho no lugar da mão direita, que é invocado por Helen (Virginia Madsen), uma estudante que investiga mitos e lendas locais.

Bernard Rose fez um bom trabalho nesta obra, cuja atmosfera é cheia de adrenalina e mistério em volta d’Aquele cujo nome não deve ser dito 5 vezes. Virginia Madsen brilha no papel da corajosa Helen, e Tony Todd aterroriza e encanta ao mesmo tempo. A soundtrack de Philip Glass é muito interessante e adequa-se lindamente, imortalizando-se junto com o mito. Destaco também a performance do (na altura) pequeno DeJuan Guy que interpreta Jake, um menino com atitude, e de quem eu esperava mais desenvolvimento a nível de personagem.

Candyman

O filme tem os seus momentos confusos e um pouco exagerados, no entanto é sempre bom relembrar que é de 1982; com os métodos disponíveis, Candyman apresenta-se bem feito e arrepiante, com bons efeitos especiais. A história e o drama secundário da obra estão fantásticos, o que ajuda a que não seja apenas mais um filme de terror. No entanto, por vezes é difícil de seguir o fio da meada, existem imensas acontecimentos ao mesmo tempo cuja explicação simplesmente não está lá, e que mereciam mais backstory.

Candyman

A nota subtil que o filme deixa sobre violência nos bairros mais pobres e sobre discriminação está excelente, é o que o eleva e o destaca. Apenas não gostei de como deixa pontas soltas, mas creio que isso pode ser também um ponto positivo pois fica ao critério do público.

Não há muito mais a dizer sobre Candyman, apenas que é um divertido filme de terror com boas personagens, boa história e incríveis argumentos sobre os assuntos sociais daquela altura (e que se podem aplicar ainda nos dias de hoje).

Título: O Assassino em Série
Título Original: Candyman
Realizado por: Bernard Rose
Elenco: Virginia MadsenXander BerkeleyTony Todd
Duração: 99 minutos

Trailer – Candyman

Comments