Frame by Frame Marvel's Daredevil TV

Daredevil – 3×13 – A New Napkin

CONTÉM SPOILERS!!!

Ora aqui estamos nós, no season finale desta terceira temporada de Daredevil. Foi uma viagem e pêras, mas o payoff compensou pelos corpos, twistscharacter development que a série nos proporcionou.

Sem nada a perder e consumido pela raiva e frustração, Matt (Charlie Cox) prepara-se para cruzar uma linha; Fisk (Vincent D’Onofrio) prepara um grande evento com Vanessa (Ayelet Zurer); e Poindexter (Wilson Bethel) encontra-se cada vez mais desequilibrado face a uma chocante revelação.

Daredevil 3x13Digam o que disserem sobre Daredevil, mas a série sabe bem como criar o build-up necessário para nos manter presos ao ecrã do primeiro minuto. Sabíamos que este último episódio iria contar com o último hurrah dos nossos heróis; sabíamos que seria a última vez nesta temporada que Fisk e os seus capangas iriam fazer a vida negro ao nosso querido trio nova-iorquino. E apesar de sabermos isso dentro do nosso tutano, o trajeto até esse desfecho esteve repleto de tantos momentos que é impossível falar de todos de forma igual. Desde o contributo final de Ray (Jay Ali) até ao jogo mental de Matt, foi tudo um build-up para o grande evento do episódio: o casamento entre Wilson Fisk e a sua Vanessa.

Daredevil 3x13

Quem diria que não existe melhor maneira para arruinar a vida de um gangster do que desmascará-lo em pleno casamento? Tirando os paralelismos com películas clássicas, o casamento como panorama de uma sequência de ação seria algo impensável, and yet, here we are! E que maravilha que foi! Daredevil é tida, dentro das séries da Marvel/Netflix, como uma das que possui uma coordenação de sequências de combate únicas. E vimos isso no threeway fight scene do episódio, com Matt, Fisk e Poindexter a procederem à dispersão de sangue em todos os cantos da penthouse. O facto de cada um dos lutadores trazerem as suas respetivas especialidades ajudam a dar uma maior variedade a esta cena.

Daredevil 3x13

Pensava-se que estaríamos perante uma adaptação de Born Again, uma das histórias mais populares e marcantes do personagem; embora tal não se tenha registado no seu pleno, a verdade é que o tom está lá. E isso está visto no aftermath do evento principal da série. Existe aqui uma sensação de finalidade que é difícil de negar (especialmente considerando que Luke Cage Iron Fist foram canceladas entre cliffhangers curiosos). E isso vê-se no claro trajeto que Matt traçou nesta temporada: começou como um homem quebrado física e mentalmente, renegando tudo e todos que tentavam ajudá-lo. Mas aqui, 13 episódios depois, Matt “nasceu de novo”. E este desfecho, embora um bocado cliché e a roçar no típico happy ending, não deixa de mostrar uma nota otimista para o futuro. Se o houver.

Podem ler o nosso Frame By Frame anterior aqui.

0 88 100 1
88%
Average Rating

Ora aqui estamos, no terceiro season finale de Daredevil. E é caso para dizer que os resultados oriundos de um trajeto de 13 episódios não desiludiram!

  • 88%

Comments