Anime Boku no Hero Academia TV

Boku no Hero Academia – Season Finale – 3ª Temporada

Boku no Hero Academia

Mais uma vez, Boku no Hero Academia, surpreende pela positiva, começando a ocupar um lugar determinante ao lado de grandes animes da categoria shounen.

De uma maneira generalista, pode-se dizer que qualquer desenvolvimento ou falha considerada, da temporada passada, foi colmatada. Todavia, estamos perante um anime que segue os padrões de qualquer anime shounen de sucesso, podendo decair nos clássicos clichés inerentes a este género. Por outras palavras, nem tudo foi perfeito, mas caminha-se nesse sentido.

Ao longo desta crítica iremos, assim, mencionar o melhor e pior desta temporada. Em tom de nota, podem também aproveitar para ler a nossa opinião referente à anterior, aqui.

PODE CONTER SPOILERS DE BOKU NO HERO ACADEMIA!

O MELHOR:

Pegando nos sentimentos e incerteza gerados por Stain, inicia-se uma nova época. Com as palavras e influência que continuam a ecoar e a gerar dúvidas sobre os fundamentos de um herói, são-nos introduzidas novas personagens nesse contexto, proporcionando-nos um desenvolvimento promissor tanto na personagem de Midoriya (Deku), como de Bakugou. E não poderíamos estar mais agradecidos: Bakugou, sempre foi uma personagem difícil de aceitar dado o seu feitio, no entanto, é nesta temporada que conseguimos notar mais o seu desenvolvimento e, principalmente, as suas motivações.

Diga-se de passagem que apesar deste Arc, Forest Training Camp, ter alguma acção, é apenas no Hideout Raid, que está o grande sumo de toda a temporada. Para além de acompanharmos e sentirmos a tensão que o desaparecimento de Bakugou gerou, vemos como Deku, Iida, Todoroki, Kirishima e Momo reagem numa situação de perigo e simultânea impotência. Desta forma, nota-se bastante como as personagens cresceram e como tentam racionalizar o salvamento sem entrar em contacto direto com os intervenientes.

Boku no Hero Academia

E agora toquei no ponto chave e episódio determinante: a luta entre All Might e One For All. É uma luta épica que prende qualquer um ao ecrã. Para além de contar com a expectativa e confiança que todos os cidadãos depositam no Símbolo da Paz, constitui um ponto de viragem num fechar de um ciclo.

A partir deste episódio, é alcançada a paz desejada, contudo, a um custo elevado. Com efeito, foi interessante ver a caracterização desta mudança decisiva e como as consequências desta luta moldaram, desde logo, o curso e perspectiva das pessoas em relação ao papel dos heróis.

Por conseguinte, é neste cenário que os dois últimos episódios se introduzem, depois do Provisional Hero Licence Exam. E é com certeza que personagens como Overhaul ou os alunos The Big Three da U.A. vão ter grande peso na próxima temporada.

O PIOR:

Boku no Hero AcademiaA verdade é que começamos por notar um padrão nos arcs de Boku no Hero Academia. Temos uma luta decisiva e, posteriormente, acabamos por ter um Arc mais inclusivo face às restantes personagens. No entanto, pode-se dizer que este anime é uma reprodução fiel da manga de Kouhei Horikoshi. Deste modo, arcs como o Provisional Hero Licence Exam ou o início de Forest Training Camp, acabam por ser necessários ao desenvolvimento e introdução de personagens, incutindo uma dinâmica essencial à progressão da história. Tome-se como exemplo o quirk de Toga.

Estado da série: RENOVADA.

0 95 100 1
95%
Average Rating
  • 95%

Comments