Mini-Reviews TV Shooter TV

Shooter – Series Finale – 3ª Temporada

Shooter

Numa nota pessoal, não sou apologista de séries televisivas baseadas em filmes previamente existentes. Há algumas exceções à regra, em que introduzem uma nova identidade, ao mesmo tempo que respeitam o que veio antes (The Exorcist salta logo à mente). Infelizmente, existem outras séries que não conseguem capturar a mesma magia do grande ecrã. Shooter, a série baseada no filme do mesmo nome – que por sua vez, é baseado nos livros de Stephen Hunter, assume-se como o caso pertence no último grupo. E esta sexta-feira passada, a série chegou ao fim com um arco narrativo que toma uma forma mais pessoal, com Bob Lee Swagger (Ryan Phillippe) interessado em investigar o passado do seu falecido pai, Earl (Derek Phillips).

O MELHOR:

Após ter sido tramado por Isaac (Omar Epps) na primeira temporada e de vingar a morte dos seus irmãos de armas na segunda, esta terceira oferece uma temática mais pessoal para Bob Lee, o que nos permite explorar um lado mais negro do protagonista da série. Um desafio que Phillippe tenta o seu melhor para superar em algumas ocasiões.

O PIOR:

Embora as duas temporadas anteriores até não terem sido más, esta terceira e última revela-se como um verdadeiro “tiro no pé” em muitas áreas. Um desses claros aspetos reside no season premiere estranho. Como devem saber, a temporada anterior terminou mais cedo após um sério ferimento que Ryan Phillippe sofreu na gravação da série. E o que, supostamente seria o season finale anterior, foi reformulado para esta season premiere, resultando num episódio que, em termos de temática e enredo, revela-se completamente desengonçada.

Infelizmente, esta vertente esteve em “queda livre” a partir deste momento, com um novo enredo principal, envolvendo uma morte misterioso e a continuação da investigação ao misterioso grupo Atlas. Em teoria, são duas vertentes que possuiriam um certo apelo, quando bem executadas. Infelizmente, tal não se registou, uma vez que as conspirações da temporada revelaram-se completamente desinteressante.

A ação de Shooter sempre foi um caso problemático desde o início da série, contanto com alguns altos, mas com muitos baixos. E esta temporada não foi exceção, com cenas ora editadas de forma exagerada ou com momentos sem qualquer tensão palpável.

O mesmo se aplica aos personagens da temporada. Fora Phillipe, quase todos os veteranos não conseguiram oferecer algo nesta temporada que nos fizesse torcer por eles e por todas as suas demandas. O mesmo princípio aplica-se aos novatos da temporada, com Gerald McRaney a oferecer uma performance tão unidimensional como o vilão da temporada. E sabendo como este se sai em This Is Us ocasionalmente como o Dr. K, só podemos dizer que é um verdadeiro desperdício de capacidades.

O episódio final consegue o feito de fechar a série com uma conclusão concreta, ao mesmo tempo que deixa as portas abertas para um possível revival num futuro incerto. No entanto, considerando que esta temporada foi, francamente, uma desilusão em todos os níveis, mais vale deixar Bob Lee Swagger em paz.

Estado da série: CANCELADA

0 34 100 1

34%
Average Rating

Shooter chegou ao seu fim definitivo, com uma temporada que se revelou como uma verdadeira desilusão!

  • 34%

Comments