Frame by Frame Marvel's Iron Fist TV

Iron Fist – 2×05 – Heart of the Dragon

Iron Fist

CONTÉM SPOILERS!!!

Já ficou provado, anteriormente, que uma série fica sempre a beneficiar quando o elenco secundário está no centro das atenções em detrimento do protagonista. E é isto mesmo que se pode dizer deste episódio de Iron Fist.

Davos (Sacha Dhawan) finalmente conseguiu o que queria: o Punho de Ferro, para ele mesmo! No entanto, isto surge com um custo para Danny (Finn Jones), que se encontra em território inimigo e muito mau estado físico. Desesperadas, Colleen (Jessica Henwick) e Misty (Simone Missick) percorrem toda a cidade em busca dele. Ao mesmo tempo, Joy (Jessica Stroup) celebra a sua vitória. Mas o medo das próximas ações de Davos colocam as suas prioridades numa nova perspetiva.

Para começar, falar das Daughters of the Dragon. Esta dupla é uma das mais conhecidas – e mais amadas – das bandas de desenhadas da Marvel, consistindo em Colleen Wing e Misty Knight, maioritariamente. Apesar de terem um destaque limitado, a sua womance acabou por conquistar os fãs de todo o mundo. Felizmente, esta dinâmica manteve-se intacta na sua primeira interação na série The Defenders, uma team-up breve na segunda temporada de Luke Cage e, agora, nesta episódio. Anteriormente, a química entre Henwick Missick era palpável, ao ponto de requerermos um spin-off focado nas duas mulheres. E essa mesma química manteve-se intacta neste episódio, quer nos momentos mais sérios do episódio, quer no bom humor registado entre elas.

No entanto, e apesar do claro upgrade vermelho, Davos continua a sofrer o problema de não ser carismático ou ameaçador o suficiente para ser levado a sério. Sim, agora que tem o Punho de Ferro na sua posse, agora pode fazer tudo o que Danny faz (nomeadamente com o punho). No entanto, também fica a ideia de que Davos ainda tem mais planos em mente, e considerando que já vamos a metade da temporada, mal podemos esperar para o que daí virá.

As interação de Joy foram maioritariamente com Mary (Alice Eve), mas não deixa de realçar o facto de agora termos uma nova dupla para ver daqui para a frente. É, no mínimo, curioso o que daqui irá sair.

Mas não se preocupem, Danny também dá sinais de vida. Especialmente com Ward (Tom Pelphrey) perto do final do episódio, onde o jovem partilha os seus sentimentos. É um daqueles raros momentos em que encontramos Danny num estado mais vulnerável que o habitual, e Jones troca aqui a sua arrogância e otimismo em favor da vulnerabilidade. Então, quando partilhada de uma forma sincera com Pelphrey, só mesmo o quão diferente a relação entre os dois se encontra depois da temporada anterior.

Podem ler o Frame By Frame anterior aqui.

0 78 100 1
78%
Average Rating

Sem Danny Rand a fazer muita coisa, o elenco secundário carregou este episódio de Iron Fist nas costas. E nós agradecemos.

  • 78%

Comments