Ghoul Ghoul Mini-Reviews TV TV

Ghoul – Series Finale – 1ª Temporada

Ghoul

Tem sido um ano cheio de produções originais Netflix, e desta vez temos Ghoul, uma mini-série de terror, onde, numa Índia sob um regime totalitário, um prisioneiro é capturado e enviado para um centro de interrogações militar, onde liberta o caos e um pesadelo para o batalhão que lá está. Aqui se insere Nida (Radhika Apte), uma jovem (quase) especialista em interrogações avançadas. Nida rapidamente se apercebe de uma presença maligna que faz sobressair o monstro que há em todos, e que o prisioneiro pode não ser humano.

O Melhor:

Ghoul conta com um elenco que se provou à altura do desafio, destacando-se Radhika Apte no papel de Nida. Cada episódio adicionava uma camada extra às personagens, completando o puzzle a um ritmo estável.

Contém momentos genuinamente aterradores, com uma bela caracterização do ghoul e com a medida certa e bem feita de gore. Foi criado um ambiente sujo, claustrofóbico e escuro, perfeito para o tema da série.

Devo realçar o melhor de Ghoul, que é o crescente suspense. O 3º episódio está excelente, com reviravoltas que fazem sentido e com um final que não deixa pontas soltas; na minha opinião, não poderia ter acabado de melhor forma. Ghoul cativou-me cada vez mais, deixou-me completamente agarrada ao meu assento. Penso que teve a duração certa, sem tirar nem pôr. Congratulo a equipa por não arrastar Ghoul com episódios “para encher”.

Ao longo dos poucos episódios, a personagem de Nida evoluiu imenso e, como é de se esperar, teve o maior desenvolvimento. Gostei imenso da mensagem que o pai (S.M. Zaheer) de Nida lhe transmite, e a dura lição que esta acaba por aprender; que, afinal de contas, é a lição que todos aprendemos.

Concluindo, Ghoul surpreende pela positiva e pelo equilíbrio entre horror e excelente escrita.

O Pior:

Gostaria de ter conhecido um pouco mais sobre a personagem Ali Saeed (brilhantemente representado por Mahesh Balraj), no entanto não interfere com a qualidade da série.

Custa um pouco ao início a prestar atenção ao que se passa, embora seja apenas, no máximo, nos primeiros 15 minutos.

ESTADO DA SÉRIE: TERMINADA

0 93 100 1

93%
Average Rating
  • Ghoul chega-nos como uma lufada de ar fresco no meio de tantos maus originais da Netflix, e surpreende pelo equilíbrio entre horror e excelente escrita.
    93%

 

0 93 100 1
93%
Average Rating
  • Ghoul chega-nos como uma lufada de ar fresco no meio de tantos maus originais da Netflix, e surpreende pelo equilíbrio entre horror e excelente escrita.
    93%

Comments