Frame by Frame Preacher TV

Preacher – 3×09 – Schwanzkopf

Preacher

CONTÉM SPOILERS!!!

Com a terceira temporada de Preacher perto de chegar ao fim, já era mais do que tempo para concluir alguns dos enredos em aberto. Felizmente, este episódio, Schwanzkopf, consegue dar uma conclusão satisfatório a alguns temas abertos, ao mesmo tempo que monta o palco para alguns confrontos interessantes.

No episódio desta semana, os negócios entre Jesse (Dominic Cooper) e a Grail chegam à sua conclusão explosiva; Tulip (Ruth Negga) encontra-se entre a espada e a parede e em busca de uma saída dessa situação; e a verdadeira natureza de Eccarius (Adam Croasdell) coloca Cassidy (Joseph Gilgun) numa posição bastante frágil.

Começando logo com o segmento de Jesse: quão satisfatório foi vermos o nosso protagonista novamente com o Genesis de volta ao seu comando!? Após um episódio em que Jesse já temia que acontecesse o pior, o cold open volta a relembrar-nos que o nosso pastor titular também é um homem que pensa rápido numa má situação e que consegue dar a volta por cima, virando os seus próprios oponentes contra eles mesmos. E mesmo depois do cold open, Jesse Custer continuou a manter o controlo na sala, e isto sem dar muito uso à Palavra de Deus. A sua maneira de contornar o problema do “apocalipse”, sem ter de se aliar à Grail como o novo Messias, pode parecer pouco original, mas seria errado não deixar de soltar um sorriso considerando a situação. E agora dotado com a maior arma, tudo indica que Jesse está pronto para o embate inevitável com os L’Angelle, mas não se pode esperar algo tão simples do que proclamar algumas palavras.

Por outro lado, Tulip encontra-se entre a espada e a parede quando é apanhada pelo Anjo da Morte (Erinn Ruth) e levada de autocarro para o Inferno… acompanhada pelo Santo (Graham McTavish), Eugene (Ian Colletti) e Adolf Hitler (Noah Taylor)! Este poderia ser outro segmento narrativo completamente parado; no entanto, Tulip, sempre a lutadora contra o destino, procura toda as maneiras possíveis de tentar fugir daquele autocarro. O episódio vai ainda mais longe e ilustrar as ideias de Tulip através de desenhos, uma técnica infantil, mas que consegue contextualizar a linha de pensamento da sobrevivente. Se bem que o seu desfecho certamente voz fará pensar “o que raio estará a passar!?”, e esse é o grande apelo de Preacher.

Infelizmente, Cassidy continua a não aprender a pensar. Mesmo dotado da verdade sobre Eccarius, o personagem não reconhece que tem de começar a fazer um bom jogo, em vez de tomar uma atitude no calor do momento. O que resultou na traição do episódio, com Cassidy a ser duramente julgado não pelos seus atos recentes, mas pela sua maneira de ver a vida. Este segmento serve como uma espécie de paralelo com o que Jesse passou na semana passado, se bem que desta vez, a sua própria vida está em jogo. Podíamos criticar as más atitudes de Cassidy a toda a hora, mas o desenrolar destes eventos não deixa de mostrar um lado mais trágico do vampiro solidário. Com certeza que ele ainda estará por este lado ao sobreviver à sua sentença. No entanto, este não sairá como um vampiro benevolente.

Leiam o nosso Frame By Frame anterior de Preacher aqui.

0 86 100 1
86%
Average Rating

O fim está próximo para Preacher, e este episódio monta o campo para eventos difíceis de passar ao lado.

  • 86%

Comments